<
>

Vestiário rachado, faixa de capitão 'perdida' e 'obrigação' de Champions logo no 1º ano: a dura missão de Erik ten Hag no Manchester United

play
O novo professor do Manchester United! Erik Ten Hag já tem sua camisa personalizada (0:11)

Técnico holandês, que comandava o Ajax, será o treinador dos Red Devils (0:11)

Erik ten Hag terá o desafio de levar o Manchester United de volta à Champions League em sua 1ª temporada em Old Trafford


Erik ten Hag já está oficialmente trabalhando como treinador do Manchester United, mas alguns torcedores mais pessimistas já apelidaram o holandês de "Erik ten Months" ("Erik dez meses"). Não é que eles duvidem de sua capacidade como técnico - ele é bem visto depois de seu ótimo período enquanto comandante do Ajax - mas durante quase uma década, eles têm visto uma variedade de mangers diferentes tentarem e falharem ao tentar reestabelecer o United como um força antes de serem chutados pela porta.

Ten Hag é o próximo na cadeira, mas julgando o destino de seus antecessores, ele precisa de resultados tangíveis rapidamente. Fontes disseram à ESPN que o profissional de 52 anos deixou claro durante as negociações com o United que era irrealista para eles esperarem que o time passe a ser um dos favoritos para vencer a Premier League da noite para o dia - algo que o diretor de futebol John Murtough, o diretor técnico Darren Fletcher e o CEO Richard Arnold concordaram - mas já existe uma pressão para que voltem à Champions League já no primeiro ano.

Nenhum treinador pós-Ferguson sobreviveu depois de não conseguir se classificar depois de uma temporada inteira no cargo. Moyes foi demitido em abril de 2014, após uma derrota de 2 a 0 para o Everton, em Goodison Park, que tornou impossível chegar ao G-4. Van Gaal terminou em 4º em sua primeira temporada mas foi demitido depois de sua segunda apesar de ter vencido a FA Cup, ficando apenas em 5º lugar na Premier League.

Mourinho, contratado em 2016, terminou em 6º em sua primeira temporada, mas chegou à Champions League por ter vencido a Europa League. 2º em 2018, ele manteve seu emprego, mas foi demitido em dezembro com seu time distante da corrida pelo G-4. Solskjaer terminou em 3º e depois em 2º lugar em suas duas temporadas completas mas, assim como Mourinho, foi demitido antes do Natal em seu 3ºano, em parte, porque as chances de se classificar para a Champions League estavam chegando ao fim.

Ten Hag não está imediatamente pressionado a subjugar Manchester City e Liverpool na Premier League - embora ele tenha dito em sua primeira entrevista coletiva na segunda feira que ele chegou para encerrar a era de domínio desses dois - mas por mais difícil que seja chegar a Champions League, ele já está com o tempo no relógio.

Não será nada fácil.

play
0:11

O novo professor do Manchester United! Erik Ten Hag já tem sua camisa personalizada

Técnico holandês, que comandava o Ajax, será o treinador dos Red Devils

A lista de tarefas de Ten Hag

Pessoas próximas a Ten Hag não têm dúvidas de que ele tem habilidade e ética para ter sucesso. Falando em Old Trafford na última segunda-feira (23), ele pareceu estar seguro de si e fez questão de se apresentar a todos os repórteres. Ele falou tudo o que era esperado, incluindo seu desejo de recuperar os dias de glória e um futebol que entretenha, mas ele também deixou claro o quão determinado ele é.

Ele já falou com várias pessoas sobre o trabalho que ele está assumindo, mas sua última frase na entrevista coletiva foi: "Eu vou estabelecer meus próprios limites". Ou seja: ele vai fazer as coisas do seu jeito.

Ainda assim, existe o medo de que ele seja apenas mais um cara que não vai durar se o clube continuar fazendo escolhas ruins fora de campo. Mourinho, vencedor de duas Champions League e ganhador de campeonatos nacionais em quatro países, diz que seu 2º lugar com o United, em 2018, é uma das grandes conquistas pensando na bagunça que acontecia por trás das cortinas.

Daley Blind, que jogou no United e também sob o comando de Ten Hag no Ajax, disse diretamente: "Estou bem confiante nele no Manchester United, mas ele precisa do apoio da diretoria".

Arnold, que substituiu Ed Woodward como chefe executivo em fevereiro, prometeu interferir menos nas decisões do futebol, mas a grande parte das coisas continuará passando pela aprovação dos donos, a família Glazer.

Apesar de seus bons resultados no Ajax, Ten Hag ainda tem que comandar em uma partida em alguma das cinco maiores ligas, e isso é um risco para o United, mas eles também são um risco para ele, e ele está colocando sua reputação em uma promessa que o clube estará funcionando melhor no futuro.

Ele chega no clube em seu pior momento desde que foi rebaixado para a 2ª divisão do futebol inglês, em 1974. Sem um troféu desde 2017 e saído de uma temporada em que eles fizeram o menor número de pontos totais na era da Premier League, há um longo caminho a ser percorrido para chegar ao G-4. A mudança no elenco será maior do que o normal com Nemanja Matic, Paul Pogba, Edinson Cavani, Jesse Lingard e Juan Mata, todos prontos para deixar o clube livres de contrato em junho, enquanto alguns jogadores que ainda têm contrato - incluindo Anthony Martial, Eric Bailly e Dean Henderson - já decidiram deixar o clube.

Enquanto isso, fontes descreveram a atmosfera dentro do vestiário como "tóxica" durante a segunda metade da temporada, com grupos sendo formados e desconfiança entre os jogadores. Fontes disseram à ESPN que parte da razão por trás da indicação de Steve McClaren, ex-assistente de Ferguson, como treinador era para melhorar os ânimos e a união do grupo.

Todos os olhos estarão observando a escolha do capitão de Ten Hag, de acordo com fontes, com o elenco dividido sobre se Harry Maguire, que teve uma péssima temporada, deveria continuar com a braçadeira. David de Gea, Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo estão entre os candidatos para assumir se houver uma mudança, e o treinador Ralf Rangnick sugeriu que a escolha fosse democrática, através de votação.

Fontes disseram à ESPN que Maguire, que tem sido o capitão desde que chegou do Leicester, em 2019, não está nem garantido no elenco titular por conta de sua lentidão, enquanto Ten Hag gosta de jogar com uma linha de defesa alta. Existem também dúvidas sobre se De Gea tem habilidade com a bola para jogar em seu sistema, embora tenha admitido, segundo fontes, que contratar um atacante e um meio-campista é mais importante para a próxima temporada que uma mudança no gol.

Ten Hag está disposto a chamar jogadores de volta para a pré-temporada o mais cedo possível para que ele comece a trabalhar para resolver os problemas, mas o clube não terá a pré-temporada nada tranquila já que o time organizou uma turnê cansativa de três semanas na Tailândia e Austrália.

Ainda assim, o holandês apostou em si mesmo para superar todos esses desafios e acordar o gigante. Entretanto, os torcedores do United já se decepcionaram o suficiente durante esses anos de seca desde a saída de Ferguson para saber que qualquer otimismo deve vir acompanhado de uma dose de cautela. Sucesso é sempre uma promessa para o United, mas a maioria dos torcedores só vão acreditar quando puderem vê-lo.