<
>

Real Madrid x Liverpool: quem saiu ou sobreviveu à final da Champions League em 2018?

play
'Dói até hoje': o que Salah sentiu após levar golpe violento de Sergio Ramos em Real Madrid x Liverpool de 2018 (1:13)

Quebrado pelo zagueiro espanhol há 4 anos, Mohamed Salah volta mais forte para a final da Champions League, novamente contra o Real Madrid: 'Temos contas a acertar', avisou o astro dos Reds nas redes sociais. (1:13)

Liverpool e Real Madrid estão entre os clubes com mais finais de Champions League na história; veja o retrospecto de cada um


Liverpool e Real Madrid se enfrentam na final da Champions League no próximo sábado (28). O confronto recolocará frente a frente as duas equipes que fizeram a decisão do torneio há quatro anos.

De lá para cá, outras três decisões, com os ingleses vencendo na temporada seguinte, enquanto os espanhóis, maiores campeões da competição, não voltaram à final. E os jogadores? Quem são os remanescentes nos dos times? O ESPN.com.br traz um apanhado de todos os atletas que participaram da partida em Kiev.

Real Madrid

  • Keylor Navas

Titular da meta merengue naquela decisão, o goleiro costarriquenho atualmente defende o Paris Saint-Germain. O goleiro chegou à capital francesa na temporada 2018-19, duas após a conquista. Naquele ano, esteve presente no time ideal da Champions montado pela Uefa.

  • Carvajal

O lateral-direito espanhol é um dos remanescentes daquela equipe e primordial para o Real Madrid. O espanhol é pilar da equipe de Carlo Ancelotti, tendo feito 35 jogos na atual temporada.

  • Varane

O francês ficou no clube espanhol até o final da última temporada. No entanto, decidiu se transferir para o Manchester United e verá em 2022-23 o torneio europeu de longe, já que os Red Devils não se classificaram.

  • Sergio Ramos

Após 16 temporadas vestindo as cores do Real Madrid, Sergio Ramos, multicampeão e ídolo no Santiago Bernabéu, defende atualmente o PSG. O espanhol decidiu ir para a equipe da capital francesa no início da atual temporada. No entanto, sofreu com as seguidas lesões e só entrou em campo 13 vezes.

  • Marcelo

O brasileiro é mais um que permanece no Real Madrid. Titular naquela decisão e presente no time ideal da Uefa daquela edição da Champions League, Marcelo já acumula 16 temporadas na capital espanhola. Seu futuro no próximo ano ainda é uma incógnita, já que há a possibilidade de renovar ou voltar ao Brasil.

  • Casemiro, Kroos e Modric

O trio, até aqui, é inseparável. Titulares naquela decisão e presentes no time ideal da Champions montado pela Uefa, Casemiro, Kroos e Modric seguem sendo os pilares do meio-campo do Real Madrid. Com Carlo Ancelotti não é diferente. Os três foram de suma importância para o 35º título de LaLiga conquistado na atual temporada.

  • Isco

Um dos 11 que iniciaram a final da temporada 2017-18, Isco não tem mais o protagonismo que possuía com Zinedine Zidane. O espanhol realizou somente 17 jogos em 2021-22 e uma saída na próxima janela de transferências não está descartada.

  • Benzema

Autor de um dos gols na decisão, Benzema é hoje muito mais imprescindível ao Real Madrid. Na atual temporada, marcou 44 gols em 45 jogos até aqui e é um dos fortes nomes à conquista da Bola de Ouro.

play
0:56

Liverpool e Real Madrid protagonizam final mais repetida da história da Champions; relembre outros duelos

Equipes se encontram pela terceira vez na decisão do torneio, e se isolam entre os confrontos

  • Cristiano Ronaldo

Depois da conquista da Champions League, Cristiano Ronaldo chocou o mundo do futebol ao trocar o Real Madrid pela Juventus. Após pouco mais de três temporadas na Itália, decidiu retornar ao Manchester United, clube que defende atualmente.

  • Nacho Fernández

Revelado no clube espanhol, Nacho Fernández entrou aos 36 minutos do primeiro tempo por conta da lesão de Carvajal. Na atual temporada, foi bastante utilizado por Carlo Ancelotti por conta de sua versatilidade. Ao todo, foram 42 jogos disputados.

  • Marco Asensio

Asensio é mais um que segue no plantel merengue. Naquela decisão, entrou aos 44 do segundo tempo e era uma espécie de 12º jogador de Zidane.

  • Gareth Bale

Herói daquela decisão com dois gols, sendo um deles antológico, Bale saiu do banco aos 15 minutos do segundo tempo para entrar para a história do Real Madrid. No entanto, sua passagem pelo clube está prestes a chegar ao fim. Com contrato até o final de junho, o galês não terá o vínculo renovado.

play
0:46

De Alan Kennedy a Vinícius Jr, veja personagens que marcaram Liverpool x Real Madrid na Champions

Dividindo a final pela terceira vez, equipes reuniram protagonistas ao longo da história do confronto

  • Zinedine Zidane

Técnico campeão naquela edição com o Real Madrid, o francês deixou o comando do clube espanhol ao final da última temporada. Zidane é especulado como sucessor de Didier Deschamps na França e também tem o nome ligado do PSG.

Liverpool

  • Karius

Titular na decisão, o goleiro carrega até hoje o fardo de ter falhado em dois gols do Real Madrid. O primeiro ao repor bola precipitada no pé de Benzema, que se antecipou ao arremesso e desviou para as redes, e o segundo ao aceitar chute de longe de Bale. Atualmente, o alemão retornou ao clube inglês depois de denfeder o Union Berlin.

  • Alexander-Arnold

O lateral-direito é um dos melhores de sua posição no futebol mundial. Titular no embate em Kiev, Alexander-Arnold é pilar da equipe de Klopp e da seleção inglesa. Segue titular em Anfield, tendo realizado 46 jogos na atual temporada.

  • Lovren

Titular ao lado de Van-Dijk na final contra o Real Madrid, o croata deixou Anfield na temporada 2019-20 para defender o Zenit, clube o qual atua até hoje.

  • Virgil Van-Dijk

O holandês, considerado por muitos o melhor zagueiro do futebol mundial, segue sendo titular e imprescindível ao Liverpool. Na atual temporada, entrou em campo 50 vezes.

  • Robertson

O lateral-esquerdo inglês segue o mesmo roteiro de Alexander-Arnold: titular no Liverpool e na seleção inglesa, sendo indispensável em ambos. Entrou em campo 46 vezes em 2021-22.

  • Wijnaldum

O holandês deixou o Liverpool no início da atual temporada em uma transferência polêmica. Na mira do Barcelona, Wijnaldum decidiu fechar com o Paris Saint-Germain. Ao todo, foram 38 jogos em sua temporada de estreia pelo clube francês.

  • Henderson

Ao todo, são 11 temporadas vestindo a camisa do Liverpool. Titular naquela decisão, Henderson vai para mais uma final de Champions pelos Reds e em busca do seu segundo troféu. Na atual temporada, atuou em 55 jogos, o recorde pelo clube de Anfield.

  • James Milner

Desde 2015-16 no Liverpool, Milner é mais uma que segue na equipe vermelha. Polivalente com Klopp, podendo jogar de meia ou lateral, o experiente atleta de 36 anos vai para mais uma decisão de Champions League.

  • Mohamed Salah

31 gols e 15 assistências em 50 jogos. Os números falam por si só e comprovam a importância de Salah, mais um remanescente daquela final. No entanto, a decisão de 2017-18 é para ser esquecida. Após uma disputa com Sergio Ramos, teve uma lesão no ombro e deixou o gramado aos 30 minutos.

  • Sadio Mané

Assim como Salah, Mané é imprescindível ao Liverpool. Naquela decisão, marcou o gol de empate dos Reds e, caso nada aconteça, será titular na final de 2021-22. Na atual temporada, entrou em campo 50 vezes, marcou 23 gols e deu duas assistências.

  • Roberto Firmino

Titular naquela decisão e autor do gol do título do Mundial de Clubes contra o Flamengo, Firmino perdeu um pouco do espaço na atual temporada com a concorrência de Diogo Jota e Luís Diaz. Entrou em campo 34 vezes e marcou 11 gols.

  • Adam Lallana

Lallana teve a missão de substituir o craque Salah, que deixou a partida lesionado. O meia inglês também era uma espécie de 12º jogador de Klopp. Deixou o Liverpool na temporada 2020-21 para defender o Brighton, equipe que atua até hoje.

  • Emre Can

Podendo atuar como zagueiro ou volante, Emre Can entrou na decisão contra o Real Madrid na vaga de James Milner, já no final do segundo tempo. Depois do Liverpool, atuou pela Juventus e, hoje, defende o Borussia Dortmund.

  • Jürgen Klopp

Depois do vice naquela decisão, Klopp viria a conquistar o torneio na temporada 2018-19. Já são sete temporadas sob o comando dos Reds. O alemão tem contrato até junho de 2026.