<
>

Rafael brinca com rivalidade sobre o Flamengo, diz que Libertadores de 2019 'acabou com seu dia' e dispara: 'Eu tenho raiva do Gabigol'

Lateral-direito do Botafogo, Rafael falou em entrevista ao Flow Podcast, no YouTube


Rafael realizou o sonho de criança em setembro de 2021. No segundo semestre da última temporada, o lateral-direito deixou a Europa para vestir a camisa do Botafogo, seu clube do coração. Ajudou o Glorioso retornar à primeira divisão e, agora, vive a fase da reconstrução do clube com a chegada de John Textor.

Em entrevista ao Flow Podcast, no YouTube, o jogador de 31 anos, que se recupera de lesão no tendão de Aquiles, falou um pouco mais sobre o lado torcedor e contou com detalhes o que sentiu ao ver o rival Flamengo vencer a Conmebol Libertadores em 2019.

"Eu falo do Gabigol. Eu tenho raiva do Gabigol (risos). Com todo respeito, mas tenho. A gente está falando brincando. Estava no Lyon naquela final da Libertadores. Na hora que fez o primeiro gol, dei um tapa no celular. Na hora que fizeram o gol, já sabia que ia virar. Fiquei triste já, saí, acabou até meu dia", disse Rafael.

Rafael se lesionou na primeira partida do Botafogo na temporada. No empate por 1 a 1 com o Boavista, pela primeira rodada da Taça Guanabara, o lateral-direito teve a ruptura total do tendão de Aquiles e passou por cirurgia. A previsão é que volte a atuar apenas em julho.

Com contrato até dezembro de 2023, Rafael realizou apenas quatro partidas na Série B de 2021 e uma em 2022. Em sua volta, terá de disputar posição com Renzo Saravia, atual titular pela direita, e Daniel Borges, que vem sendo improvisado na esquerda pelo técnico Luís Castro.