<
>

Brasileirão: Calleri e Luciano marcam, São Paulo bate o Santos em clássico com polêmica e volta a vencer

No Morumbi, o São Paulo venceu o Santos por 2 a 1 e levou a melhor em San-São válido pela 4ª rodada do Brasileirão


Nesta segunda-feira (2) o São Paulo reencontrou o caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro e levou a melhor no San-São. No Morumbi, em compromisso válido pela 4ª rodada, o Tricolor venceu o Santos por 2 a 1 e voltou a triunfar após duas rodadas na competição.

Os gols do time da casa foram anotados por Calleri e Luciano, enquanto Marcos Leonardo marcou para o Peixe.

Na partida, o São Paulo foi comandado pelo auxiliar Charles Hembert, uma vez que Rogério Ceni foi expulso contra o Red Bull Bragantino e por isso não participou do clássico. No Santos, Fabián Bustos comandou normalmente a equipe.

Diante de seus torcedores, o São Paulo começou com um nível de intensidade maior que o do Santos, pressionando no ataque e não demorou para colher os frutos.

Logo aos 10 minutos, em jogada muito bem trabalhada pelo elenco tricolor, Patrick recebeu pela esquerda no ataque e cruzou na área para Calleri, que subiu mais alto do que a defesa santista e, de cabeça, fez 1 a 0.

Porém, após abrir o placar, os donos da casa 'relaxaram' no clássico, abrindo caminho para o Santos crescer na partida.

E nos acréscimos, o Peixe deixou tudo igual no Morumbi. Léo Baptistão fez boa jogada pela direita e finalizou para o gol, o goleiro Jandrei saiu mal do gol e na sequência, mesmo caído no chão, Marcos Leonardo conseguiu empurrar para o fundo das redes e fazer o 1 a 1.

O clássico só foi resolvido no segundo tempo, quando o São Paulo voltou à frente no placar e decretou a vitória no Morumbi.

Aos 34 minutos, após consultar o VAR, o árbitro Pedro Vuaden marcou pênalti a favor do São Paulo, depois que um cruzamento de Alisson bateu no braço de Rodrigo Fernández, dentro da área.

O lance gerou polêmica por parte dos jogadores do Santos, que reclamaram bastante do lateral marcado no início da jogada a favor do São Paulo, afirmando que a bola era de posse do Peixe.

Na cobrança, Luciano bateu muito bem, com categoria, e fez o 2 a 1 para o São Paulo.

Situação do campeonato

Com a vitória no clássico, o São Paulo foi a 7 pontos e subiu para o lugar na tabela, somente dois pontos atrás do Corinthians, que é o novo líder da competição. Já o Santos, que tinha a chance de terminar a rodada novamente como líder, caiu para 6° na tabela, também com 7 pontos.

Homenagem ao 'Profeta'

Antes do clássico, o agora ex-jogador Hernanes foi ao gramado do Morumbi saudar a torcida são-paulina e assistiu a um vídeo com lances marcantes pelo time tricolor. Ele ainda ganhou uma camisa com o nome ''Profeta'' e com a inscrição XV (15, em números romanos). E teve até uma volta olímpica no estádio, com direito a beijo no escudo do São Paulo.

Toca no Calleri...

Depois de passar os jogos contra Juventude (Copa do Brasil) e Red Bull Bragantino (Brasileiro) em branco, o camisa 9 do São Paulo voltou a estufar as redes e marcou o 13° gol na temporada, sendo o seu 5° no Brasileirão. O argentino voltou à artilharia isolada da competição, depois que Léo Gamalho, do Coritiba, o alcançou na marca dos quatro gols.

Próximos jogos

Pela Copa Sul-Americana, São Paulo e Santos voltam a campo na quinta-feira (5) e fora de casa. Enquanto o Tricolor encara o Everton, no Chile, o Peixe pega a Universidad Católica, no Equador.

Ficha técnica

São Paulo 2 x 1 Santos

GOLS: São Paulo: Calleri (Calleri 10' 1°T) e Luciano (37' 2°T pen.); Santos: Marcos Leonardo (46' 1°T)

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha (Igor Vinicius), Arboleda, Diego Costa e Welington; Igor Gomes, Rodrigo Nestor (Pablo Maia), Andrés Colorado (Luciano) e Patrick (Alisson); Éder (Marcus Vinicius) e Calleri. Técnico: Charles Hembert (interino).

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Emiliano Velázquez e Lucas Pires; Zanocelo (Brayan Angulo), Rodrigo Fernández, Jhojan Julio (Willian Maranhão) e Felipe Jonatan (Lucas Braga); Léo Baptistão (Ricardo Goulart) e Marcos Leonardo. Técnico: Fabián Bustos.