<
>

Raio-x da Sul-Americana: Fluminense terá boliviano sem altitude, reencontro com algoz e antiga zebra argentina

Sorteio realizado nesta sexta-feira (25) colocou o Fluminense no Grupo H ao lado de Junior Barranquilla (COL), Oriente Petrolero (BOL) e Unión de Santa Fé (ARG)


Eliminado na terceira fase preliminar da Conmebol Libertadores, o Fluminense conheceu, nesta sexta-feira (25), após sorteio realizado na sede da Conmebol, no Paraguai, os rivais que terá na fase de grupos da Copa Sul-Americana 2022.

No Grupo H da competição, o Tricolor enfrentará Junior Barranquilla (COL), Unión de Santa Fé (ARG) e Oriente Petrolero (BOL). O ESPN.com.br elaborou um raio-x das equipes enfrentarão o time carioca e tentarão complicar a vida do Santos por uma vaga na próxima fase da competição.

JUNIOR BARRANQUILLA

O Junior Barranquilla conquistou maior tradição nas competições sul-americanas por campanhas na própria Sul-Americana nos últimos anos. O time foi vice-campeão em 2018, em final contra o Athletico-PR, além de semifinalista no ano anterior, perdendo para o Flamengo. Brasileiros, aliás, são pedras no sapato do time colombiano.

Na última Libertadores, inclusive, o Fluminense esteve no mesmo grupo que o Junior. Os colombianos, porém, conseguiram empate como mandantes e venceram no Maracanã.

Na atual temporada, pelo torneio Apertura, o time é somente o oitavo colocado, com 18 pontos conquistados em 11 jogos. O time chegou à fase de grupos da Sul-Americana eliminando o La Equidad, também da Colômbia, com vitória por 3 a 1 dentro de casa e empate sem gols fora. No ataque, a dupla é formada por dois nomes muito conhecidos no Brasil: Miguel Borja, de volta após empréstimo ao Grêmio, e Fernando Uribe, ex-Flamengo e Santos.

ORIENTE PETROLERO

Um dos poucos times bolivianos que não joga na altitude (416 metros em Santa Cruz da la Sierra), o Oriente Petrolero é figurinha conhecida em competições sul-americanas, mas sem muita tradição. Em Sul-Americana, a equipe nunca conseguiu passar da segunda fase. Em 2020, foi eliminado pelo Vasco, com derrota no Rio de Janeiro por 1 a 0.

Na atual temporada, o time é quarto colocado no Grupo A do Apertura do Boliviano. Em seis partidas disputadas na competição, a equipe tem três vitórias e três derrotas, correndo risco de eliminação na primeira fase.

UNIÓN DE SANTA FÉ

Na primeira divisão desde 2013/14, o time conquistou sua primeira classificação para um torneio internacional em 2019, quando foi eliminado ainda na primeira fase para o Independiente del Valle. No ano seguinte, porém, conseguiu ganhar maior destaque ao eliminar o Atlético-MG na primeira fase.

De volta agora, conquistando a última vaga do país, o time vive boa fase no Campeonato Argentino. No Grupo A, o time é terceiro colocado, com 14 pontos, um a menos que o líder Racing. Os comandados de Gustavo Múnua sofreram somente uma derrota em sete jogos.