<
>

CBLOL | brTT não deve continuar na paiN e Trigo pode assumir vaga

Trigo pode ser o novo atirador da paiN Gaming Divulgação/Rensga

brTT pode estar de saída da paiN Gaming após sua terceira passagem e Trigo pode ser o seu substituto para a próxima temporada


O maior campeão da história do CBLOL pode estar de saída da paiN Gaming, podendo não continuar na equipe para o ano de 2022. Segundo apurou o ESPN Esports Brasil e também o site M.GG Brasil, brTT não deve continuar na equipe tricampeã e para o seu lugar já está sendo cogitado a contratação do atirador Trigo, ex-Rensga.

Desde o fim da última etapa de 2021, a permanência da atual escalação da paiN Gaming começou a ser uma incógnita, principalmente dos jogadores Tinowns, Robo, brTT e Luci. Tendo, inclusive, o mid e o top laner já tendo feito testes em um bootcamp realizado na Europa. Já a rota inferior, formada pelo pentacampeão brTT e o coreano Luci não deve continuar na equipe, visto que ambos têm contrato apenas até o dia 16 de novembro e não devem renovar com a organização.

Em contato, a organização afirmou " tem como política nunca comentar nenhuma especulação de mercado ou mesmo negociações que possam estar ocorrendo. Sempre que temos informações confirmadas, comunicamos em nossas redes ou a todos da imprensa em release quando for o caso”.

Na paiN Gaming desde o ano de 2020, essa foi a terceira passagem de brTT pela equipe, onde conquistou os três únicos títulos do campeonato nacional. Ídolo da organização, teve também passagens marcantes em 2013 e 2015, quando além do CBLOL conquistado, realizou uma das campanhas mais memoráveis da história da região brasileira.

Já o possível substituto de brTT, o atirador Trigo, teve a sua primeira etapa com grande destaque nesse último split, quando defendendo as cores da camisa da Rensga garantiu a vaga na final do CBLOL, com uma boa campanha na fase regular. O jovem jogador também passou por outras equipes como Santos e-Sports, Operation Kino, ProGaming Esports e RED Canids Kalunga, além, claro, da equipe de Goiás.