<
>

CSGO: Danilo Avelar faz comentário racista em partida online e pede desculpas nas redes sociais

Danilo Avelar, Lateral do Corinthians Marco Galvão/Estadão

Danilo Avelar, jogador de futebol do Corinthians, foi acusado de racismo. A apuração veio do portal The Enemy, no qual relata os fatos do ocorrido na última terça-feira (22). O jogador voltou às redes sociais e publicou uma nota afirmando que realmente fez o comentário durante a partida de CS:GO. “Errei, e falhei e me envergonho muito disso, Na nossa sociedade temos que abolir qualquer forma de racismo", comentou o jogador em nota.

O caso aconteceu durante uma partida de CS:GO, no qual o lateral do Corinthians, foi exposto nas redes sociais pelo perfil “obdfps”. O usuário postou um print de um chat de uma partida, onde o suposto perfil de Avelar teria xingado o outro de "fih (filho) de rapariga preta".

Nesta manhã de quarta-feira (23), o Corinthians se pronunciou em nota sobre o caso e afirmou que está apurando.

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que tomou conhecimento do incidente que envolveu o nome do atleta Danilo Avelar nas redes sociais e que está apurando os fatos e o contexto. Atualizaremos nossa posição tão logo seja possível"

Segundo a apuração do The Enemy, Avelar e o jogador com que ele discutiu foram banidos da plataforma Coliseum, até que haja uma apuração maior dos fatos junto aos envolvidos. A plataforma ainda afirmou que vai emitir uma nota dando maiores detalhes sobre o caso.

Danilo Avelar é um fã assumido de Counter Strike, no qual ele também é sócio-proprietário da organização Bears e-Sports. A organização que participou da última edição do CBCS, que valeu pontos para o RMR do PGL Major Stockholm.

PRECONCEITO NOS ESPORTS

Esta é a segunda denúncia neste mês de junho sobre ataques de racismo nos esportes eletrônicos. Na semana passada o streamer e sócio da organização Slick, Hastad fez um comentário racista durante sua uma stream. O streamer perdeu patrocínios e foi temporariamente afastado da organização.

O segundo veio do ex-streamer e influenciador do Fluxo, Buxexa, que proferiu comentários transfóbicos em stream envolvendo a influencer Marcella Pantaleão.