<
>

CBLoL: Após vitória contra LOUD, Hauz diz que INTZ ainda tem 'bastante a melhorar'

Junto de Professor, Hauz (esquerda) e Sting (direita) foram as novas adições da INTZ durante a janela de transferências INTZ

De volta para a felicidade dos brasileiros, a segunda rodada do CBLoL aconteceu nesse domingo (06). Após ver Flamengo, Vorax, FURIA, LOUD e Rensga saírem na frente na tabela ao conquistar a vitória em seus confrontos do primeiro dia, as equipes que acabaram caindo para seus adversários na primeira rodada neste sábado (05) voltaram buscando fechar o fim de semana com pelo menos uma vitória no placar.

PAIN GAMING 1 x 0 VORAX LIBERTY

Chegando de uma derrota para o Flamengo no dia anterior, o primeiro reencontro oficial das equipes no CBLoL mostrou uma paiN Gaming mais preparada que o dia anterior. Através de uma leitura de meta mais precisa e conseguindo garantir campeões essenciais, os Tradicionais entraram em campo mostrando um jogo extremamente controlado.

Conseguindo vantagens ao redor do mapa e com Cariok buscando vantagens ao redor do mapa no começo do jogo, a equipe manteve a derrota no passado e não se abalou para cravar uma vitória muito mais convincente contra a Vorax Liberty.

“Quanto ao Rumble, é meta desde o MSI e por mais que não tenhamos usado em nenhum jogo oficial, estávamos treinando e é um campeão que o Cariok gosta bastante. O jogo de ontem serviu para mudarmos nosso pensamento quanto a algumas escolhas, mas não que a gente não tivesse treinado com eles ou preparados, como falei nosso começo de jogo contra o Flamengo foi muito bom, como o de hoje”, avalia Dionrray sobre o jogo da equipe.

RENSGA 1 x 0 NETSHOES MINERS

Muito diferentes daquela Rensga que se apresentou em Summoner’s Rift no primeiro split de 2021, a equipe goiana entrou no fim de semana de estreia disposta a mostrar que está mais bem preparada. Com a chegada do suporte brasileiro Damage, além dos sul-coreanos Croc e Yuri, a equipe se apresentou de forma muito mais incisiva e, apesar de tropeços aqui e ali, fecharam o primeiro fim de semana com saldo positivo.

“Eu gosto muito de chamar jogadas, de ser agressivo e rodar o mapa, tento procurar janelas e abusar o máximo que eu puder. Acho que sou um jogador muito proativo nesse quesito e é o maior adicional que vejo em mim. Sou proativo e tento sempre buscar jogadas independente da situação”, comenta Damage, novo suporte da Rensga.

Proatividade esta que foi vista em ambos os jogos do fim de semana. Através de jogadas ao redor do mapa com a ajuda de Damage e também das duas ultimates globais da dupla meio e selva, a equipe dominou o mapa e cravou sua vitória em cima da equipe de Minas Gerais.

INTZ 1 x 0 LOUD

Em uma partida meticulosa e lenta, com as equipes não trocando muitos abates no começo do jogo, apenas objetivos, uma breve vantagem da LOUD garantiu que a equipe conseguisse impor seu ritmo de jogo e tentasse sufocar a INTZ dentro de sua base. Já com a alma do dragão do vento e após uma boa luta na entrada da base dos intrépidos com um ace para os mesmos, o respiro garantiu uma boa luta no dragão ancião e mesmo com as tentativas de Dynquedo e Duds de destruir o nexus da INTZ, a mesma acabou com o jogo aos 40 minutos.

“Ontem acho que a gente nem apareceu para jogo, por bastante culpa minha, assumo essa responsabilidade. Hoje eu já estava um pouco mais na minha zona de conforto, então conseguimos mostrar um jogo um pouco melhor no começo e um pouco da transição para o mid game. Mas nosso mid para late game já foi bem ruim, então temos bastante a melhorar”, observa Hauz, novo topo da INTZ.

FURIA 0 x 1 KABUM

Com um bom começo de jogo para os sul-coreanos Wizer e Ryan, garantiu um early game tranquilo para a KaBuM que, através da sua composição com muitos pokes, conseguiu acelerar o jogo para disparar na vantagem de ouro com seis mil de diferença aos 20 minutos.

“Sinto que hoje a gente estava com um draft que estamos muito mais acostumados, de certa forma. Ontem rolaram algumas pequenas decisões que atrapalharam muito o jogo, um draft bem delicado de ser executado (...) sinto que não mudou muito a atmosfera do time, a comunicação, o foco. Mas eram drafts completamente diferentes e o de hoje era mais confortável”, diz Disave sobre o diferencial da equipe entre sábado (05) e domingo (06).

Mantendo-se viva no jogo ao conquistar abates durante as lutas, a volta da FURIA no jogo parecia certa ao ver uma boa iniciação perto do covil do Barão. Apesar do engage, os Panteras não conseguiram eliminar Wizer (no qual gastaram muitos recursos) e viram a KaBuM virando a luta para acabar com o jogo.

RED CANIDS 0 x 1 FLAMENGO

O confronto entre a matilha e os rubro-negros começou com eliminações ao redor do mapa para ambas as equipes, com direito até do famoso “solado” na rota superior, e com a dupla Aegis e Avenger acelerando o jogo para a RED Canids conseguindo boas eliminações e garantindo alguns dragões.

Vendo a RED cada vez mais se distanciando com a vantagem e sem uma condição de vitória clara, o Flamengo iniciou uma luta na região do barão aos 22 minutos de jogo para obliterar a equipe inimiga e garantir o barão para respirar. Com a alma das nuvens, uma luta na região do barão foi o estopim para a virada do Flamengo com uma performance maiúscula do atirador Netuno.

“Sobre entrar como titular, eu me senti bem confortável quando entrei. Todo o time, os coaches, Pades, Halier, enfim, sempre me incentivaram a jogar de maneira bem proativa, que é como eu gosto de jogar, então eu me sinto bem solto aqui também”, comenta Netuno sobre fim de semana de estreia como titular.

RODADA 2

A terceira etapa do CBLoL 2021 acontece no próximo sábado (12) com os seguintes confrontos:

• RED Kalunga x INTZ

• KaBuM! Esports x RENSGA

• Netshoes Miners x LOUD

• paiN Gaming x FURIA

• Flamengo Esports x VORAX Liberty

Para ficar por dentro do CBLoL 2021, acesse nossa página especial do torneio.