<
>

Riot Games aumenta suspensão de Sinatraa por falta de colaboração em investigação

Jay “Sinatraa” Won, jogador de VALORANT Divulgação/Sentinels

A Riot Games anunciou nesta segunda-feira que Jay “Sinatraa” Won violou a regra 8.1 do regulamento global do cenário competitivo de VALORANT por “não colaborar totalmente com a investigação” que está em andamento sobre alegações de agressão sexual praticadas pelo jogador.

Com a decisão da Riot, Sinatraa está banido de torneios de VALORANT por 6 meses (10 de março de 2021 à 10 de setembro de 2021) e terá de participar de um treinamento de conduta profissional.

A Riot Games, e o órgão especialmente criado para este tipo de situação, o Operações Competitivas, passou a fazer uma coleta de dados sobre o assunto, mas o comportamento de Sinatraa durante a investigação e sua falta de colaboração renderam as novas penalidades.

Segundo a Riot, “em duas ocasiões, Sinatraa deturpou certos fatos, fez declarações falsas e não cooperou com a investigação da maneira esperada de um jogador profissional de VALORANT”.

A investigação sobre as acusações de abuso sexual do ex-jogador de Overwatch começou quando Sinatraa foi acusado por sua ex-namorada, Cleo Hernandez. Cleo detalhou textualmente os abusos em suas redes sociais, além de divulgar áudios e imagens sobre o caso, cuja investigação ainda não foi concluída.