<
>

EA revela que microtransações geraram receita de US$ 4 bi no último ano

A Electronic Arts revelou números importantes sobre suas finanças no ano fiscal de 2020, finalizado no último dia 31 de março. Em se tratando do último trimestre do período, a empresa teve lucro líquido de US$ 76 milhões e receitas de US$ 1,35 bilhão. No mesmo período, houve um aumento de 18% em suas reservas (US$ 1,49 bilhão no primeiro trimestre de 2021). As reservas refletem o dinheiro real que entra na empresa.

Falando no ano fiscal como um todo, a EA teve lucro líquido de US$ 837 milhões sobre uma receita de US$ 5.6 bilhões. As reservas líquidas anuais foram de US$ 6,19 bilhões, 15% maior em relação ao ano anterior.

As microtransações foram importantes para estes números, já que 81% das vendas vieram de operações de jogos como Fifa 21, que representa o montante de US$ 4 bilhões.

“Nossas equipes fizeram um trabalho incrível no último ano ao oferecer experiências incríveis durante um momento muito desafiador. Com um enorme envolvimento em nosso portfólio, entregamos um ano recorde para a Electronic Arts. Para o próximo ano fiscal, impulsionado pela expansão de nossas franquias em diversas plataformas, uma linha de novos conteúdos e aquisições serão catalisadores para um crescimento ainda maior”, disse o CEO Andrew Wilson no comunicado.

Durante o último ano fiscal, a EA lançou 13 jogos e teve um aumento de mais de 42 milhões novos jogadores em sua rede. Por exemplo: os jogadores do Ultimate Team cresceram 16% e as partida do FUT subiram 180%. Destaca-se também Apex Legends com mais de 100 milhões de jogadores ativos nos consoles e PC - a 8ª Temporada teve mais de 12 milhões de jogadores na média semanal.