<
>

LoL: Em sua primeira grande final de CBLoL, Krastyel crava 'sinto que estou pronto'

play
"Não achei que fosse acontecer tão rápido", conta Krastyel sobre chegar à grande final do CBLoL (4:19)

O jogador da Vorax também fala sobre o estilo de jogo da equipe (4:19)

Após uma longa jornada tentando chegar às finais e batendo na trave no último ano, a Vorax no primeiro split de 2021 se firmou como talvez a melhor equipe do cenário brasileiro e garantiu sua vaga na decisão do CBLoL mesmo após uma reformulação dentro do elenco - o que se mostrou extremamente positivo para a equipe.

Buscando o topo ao lado da Redemption, Krastyel foi de zero a cem em menos de um ano: saiu do fundo do Circuitão e alcançou o topo do CBLoL. Mesmo que grato à equipe gaúcha por tudo aquilo que lhe ofereceu e por crescer “muito como pessoa e como jogador principalmente”, era hora de mudar os ares. Era hora de buscar seu objetivo com mais voracidade do que nunca.

O mid laner, que por muito tempo batalhou para chegar ao topo do principal campeonato de League of Legends brasileiro, alcançou o mesmo ao cair como uma luva no time da Vorax no primeiro ano das franquias.

“Venho a um tempo me preparando para chegar onde cheguei hoje, só não pensei que fosse acontecer tão rápido e como aconteceu. Então pra mim é algo que tá sendo bem intenso e algo que sinto que estou pronto, foi bem rápido então foi uma surpresa muito grande, mas ao mesmo tempo eu sabia que tinha nível para tal e mostrei isso”, comenta Krastyel em entrevista ao ESPN Esports Brasil.

Apesar de passar algumas dificuldades em se adaptar à sua nova casa devido ao novo estilo de jogo, a chegada de Krastyel - e também a de Matsukaze - abriu um novo leque de possibilidades para a equipe, que rapidamente subiu pela tabela e se tornou uma das favoritas ao título.

As mudanças marcaram o fim daquela Prodigy de 2020 (nome da equipe no último ano, antes da fusão com a Falkol) conhecida por seu estilo de jogo voltado em concentrar recursos em fNb. A Vorax entrou no primeiro ano das franquias mostrando estar disposta a deixar o apelido “fNb e os capangas” para trás e fazer com que os capangas se tornassem os protagonistas.

“Muito desse mérito é do Kalec e do Alocs e da base que já tinha (fNb, Yampi e Wos). Basicamente eu e o Matsu chegamos para agregar, mas ao mesmo tempo fazer o jogo que eles sempre gostaram de fazer. Ainda tem essa de jogar mais para o fNb, mas hoje somos um time completo que pode jogar para todas as lanes e todas as rotas podem carregar”, observa o mid laner sobre a evolução da equipe em relação ao último ano.

O BOM MOMENTO DA EQUIPE

Claro, os jogadores são aqueles que fazem todo o trabalho dentro dos servidores. No entanto, grande parte do sucesso que a equipe da Vorax encontrou nos últimos meses aconteceu por conta de dois nomes: Kalec e Alocs.

Com o passar das rodadas do CBLoL, se tornou cada vez mais visível o ótimo trabalho feito pelos treinadores em encaixar as novas peças que chegaram para completar a equipe e não só isso, mas também aprimorar seus talentos e extrair o máximo dos mesmos. Para Krastyel, o fato de ambos serem ex-jogadores profissionais ajuda muito nesse processo.

“Acho que o método, estilo e como acelerar o jogo é algo que eu não tinha visto antes, então pra mim é um dos principais diferenciais. Uma parte muito importante também é que eles são ex-jogadores, então acho que eles sabem como funciona a cabeça de um pro player e como lidar da melhor forma possível com isso (...) eles entendem como a gente vai pegar isso mais fácil, entender e adaptar em jogo”, observa Krastyel sobre os técnicos da Vorax.

Hoje a um passo de alcançar o topo e conquistar o título de campeão brasileiro, aos olhos de muitos Krastyel vive seu melhor momento. Tornou-se uma das principais peças da Vorax e mostrou que pode chamar a responsabilidade quando o time mais precisa.

No entanto, mantém-se humilde e reconhece que mesmo com todo o bom desempenho ainda há muito o que evoluir; principalmente mecanicamente.

“Difícil falar melhor fase, mas ao mesmo tempo não porque é meu melhor resultado jogando profissionalmente, mas eu acho que já tive fases mecanicamente melhores. Sobre o que eu sei do jogo hoje, o xadrez do LoL, é minha melhor fase. Mecanicamente acho que estou abaixo do restante dos meus companheiros e estou buscando me igualar”, avalia.

TRADICIONAIS CONTRA VORAZES

Do outro lado de sua rota, Krastyel enfrentará um dos melhores e também um dos pontos mais fortes da paiN, Tinowns. Consistente, seu adversário se mostrou ser uma rocha para o time da paiN Gaming e consegue, mesmo nos momentos ruins da equipe, se destoar do resto e até mesmo virar a situação a favor da mesma através de suas jogadas. E isso pode complicar os Tradicionais.

"Historicamente falando dos meus jogos com o Tin fomos bem parelhos, não teve uma vantagem muito grande para qualquer um dos lados. Mas eu sinto que a paiN depende muito mais dele do que a Vorax depende de mim, então isso pra mim é um peso pra ele. Ele não vai poder errar de jeito nenhum enquanto eu vou estar fazendo o meu papel que faço basicamente todos os jogos”, afirma.

De um lado, uma equipe que não teve o melhor dos começos no CBLoL e tomou tempo para começar a evoluir. Do outro, uma equipe que desde a segunda semana do campeonato mostrou uma evolução contínua e se consolidou no topo.

Duas partidas ao longo dos meses, duas vitórias para a Vorax. Mas a paiN de hoje em dia já se mostrou não ser a mesma que vinha enfrentando problemas no passado; se encaixaram e mostraram uma grande evolução ao longo das rodadas, alcançando a grande final com propriedade. Se tornaram, segundo Krastyel, “um time mais perigoso”.

“No começo do split a paiN não tava tão bem, então nosso primeiro confronto foi bem tranquilo até. Mas conforme fomos treinando a gente sentiu bastante que eles melhoraram, de umas quatro semanas pra cá eles eram nosso melhor parceiro de treino. Até no nosso segundo jogo deu pra ver isso, estávamos bem no jogo, cometemos um erro e eles puniram, coisa que a maioria dos times não fazia nos treinos e no CBLoL”, relembra o jogador.

Mesmo com toda a evolução e trajetória de superação de uma fase difícil, Krastyel acredita que sua equipe está “um passinho à frente ainda e se conseguirmos fazer nosso jogo, a gente consegue sair com a vitória”.

No entanto, mantém os pés no chão e sabe que, se vacilarem, os Tradicionais vão punir assim como fizeram anteriormente. “Acho que o draft vai ditar muito o jogo. Tanto a gente quanto eles têm umas prioridades de escolhas bem diferente dos outros times, então acho que a primeira parte desse draft vai ser bem pegado para os dois times. Entrando no jogo acho que os motores, os caçadores e os mids vão ter bastante impacto, então pra mim o jogo vai ser bem decidido nos drafts e como a dupla vai se portar na série”.

Os próximos capítulos da decisão do primeiro split das franquias no CBLoL 2021 serão revelados neste domingo (18) às 13h como de costume. paiN entra em jogo buscando apagar o resultado de sua última final e se consolidar como a melhor mesmo após um período ruim, enquanto a Vorax busca, em sua primeira final, provar de uma vez por toda seu valor.

“Espero que seja uma final tão boa quanto o sentimento que eu tenho de ter chegado até aqui [no topo do CBLoL]”, conclui.