<
>

Baiano concretiza doações a hospitais do Amapá com valor arrecadado no CBolão

play
Loop fala sobre ida ao cenário universitário dos EUA (2:19)

Brasileiro fala sobre a bolsa de estudos que recebeu por representar a universidade (2:19)

Nesta semana, o streamer brasileiro Baiano prestou contas acerca das doações realizadas ao Amapá com metade dos R$ 79 mil reais arrecadados em doações durante a segunda edição do CBolão - campeonato beneficente idealizado pelo criador de conteúdo.

Ao final do campeonato, as arrecadações foram divididas em duas partes: 50% para os vencedores da edição e 50% para as doações ao estado, para ajudar o mesmo com as dificuldades causadas pela pandemia.

Na primeira edição do CBolão, os obstáculos enfrentados por Baiano foram encontrados durante o processo de concretizar as doações feitas. Apesar de desta vez o streamer já estar preparado para esse tipo de problemas e já ter tudo engatilhado assim que as arrecadações foram encerradas, os problemas voltaram a aparecer - o que ocasionou no atraso das doações.

“Cada etapa para concretizar a doação tem que ser planejada e avaliada. Neste ano, tivemos muito cuidado ao selecionar a instituição que receberia a ajuda pois, quando se realiza uma arrecadação, você cria uma responsabilidade com as pessoas que contribuíram. O primeiro passo foi procurar pelas ONG’s mais conhecidas, porém, não deu certo, pois elas não atendiam a região do Amapá”, conta Baiano.

Em contato com o ex-prefeito do Amapá para driblar as adversidades, Pedromar Valadares, Coronel Bombeiro Militar Médico da Defesa Civil do Amapá, foi um dos nomes recomendados para ajudar no processo das doações.

Com o intuito inicial de ajudar o Amapá durante o período que enfrentaram de apagão ainda em 2020, por conta do atraso e essa questão já resolvida, o coronel foi responsável por ajudar ativamente Baiano e sua equipe a entenderem os produtos que estavam em falta na região.

"Quem me acompanha sabe que eu sempre tento retribuir para comunidade parte do que estou conquistando. Sei que é fruto do meu trabalho, mas penso que sempre temos que agradecer por estarmos bem e podendo crescer profissionalmente, e o CBolão é manifestação desse sentimento não apenas meu, mas de toda comunidade", completa.

A quantia arrecadada foi utilizada para realizar a compra de 28 máscaras - sendo 22 delas do modelo Bipap - essenciais e destinadas a pacientes que necessitam de tratamento prévio para evitar a intubação. Dessas, as únicas seis do estoque do fornecedor foram entregues em fevereiro e o restante em março.

“Foi muito importante para nós receber esta doação. Foi motivo de muita alegria poder receber estas máscaras e imediatamente distribuí-las para nossas unidades de atendimento na região do Amapá, onde praticamente no mesmo dia em que chegaram, já foram usadas em pacientes para evitar intubação. Em nome da Defesa Civil, agradeço imensamente a todos, ao Baiano e aos seus amigos", comenta o coronel.

O estado do Amapá ainda escolheu mostrar solidariedade com o estado vizinho, Amazonas, e compartilhou parte das doações recebidas para ajudar os hospitais de Manaus que também passam por dificuldades com a pandemia.