<
>

Fifa 21: Montamos um time de brasileiros que jogam por outras seleções nacionais; vale o investimento?

Em semana de “data Fifa”, seleções de várias partes do mundo entram em ação. Na Europa, por exemplo, a bola rola pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 e, em algumas destas seleções, o talento brasileiro está representado por atletas nascidos em nosso país.

São jogadores que optaram (ou não tiveram chance) na Seleção Brasileira e receberam o convite para estar à disposição de outros países.

O ESPN Esports Brasil reuniu uma lista destes jogadores de dupla nacionalidade e montou uma equipe no Ultimate Team para saber se foram um time competitivo e barato. Vamos ver se o talento exportado para outras nações dá liga no FUT. Os cards usados foram Ouro e Prata.

GOLEIRO (GOL)

Jogador: Guilherme Marinato
Seleção: Rússia
Equipe: Lokomotiv Moscou
No Brasil: Paraná Soccer Technical Center (base); Athletico Paranaense
Atrações: Elasticidade (82) e Reflexos (80)

ALA DIREITO DEFENSIVO (ADD)

Jogador: Mário Fernandes (82)
Seleção: Rússia
Equipe: CSKA Moscou
No Brasil: São Caetano (base); Grêmio (base); Grêmio
Atrações: Pique (84); Salto (84) e Fôlego (87)

ZAGUEIRO (ZAG)

Jogador: Rafael Tolói (77)
Seleção: Itália
Equipe: Atalanta
No Brasil: Goiás (base); Goiás; São Paulo
Atrações: Interceptações (82) e Marcação (82)

ZAGUEIRO (ZAG)

Jogador: Pepe (81)
Seleção: Portugal
Equipe: Porto
No Brasil: Corinthians Alagoano (Base)
Atrações: Marcação (83), Salto (88) e Combatividade (91)

LATERAL ESQUERDO (LE)

Jogador: Emerson Palmieri
Seleção: Itália
Equipe: Chelsea
No Brasil: Santos (base); Santos
Atrações: Aceleração (83)

MEIO-CAMPO (MC)

Jogador: Thiago Alcântara (85)
Seleção: Espanha
Equipe: Liverpool
No Brasil: Flamengo (Base)
Atrações: Agilidade (91), Equilíbrio (90), Controle de Bola (91), Dribles (90), Passe (89) e Lançamento (89)

MEIO-CAMPO (MC)

Jogador: Jorginho (83)
Seleção: Itália
Equipe: Chelsea
No Brasil: --
Atrações: Visão (87), Passe (89), Lançamento (88), Controle de Bola (85) e Fôlego (85)

MEIA DIREITA (MD)

Jogador: Marlos (81)
Seleção: Ucrânia
Equipe: Shakhtar Donetsk
No Brasil: Coritiba; São Paulo
Atrações: Agilidade (85), Equilíbrio (84), Controle de Bola (88) e Drible (87)

PONTA DIREITA (PD)

Jogador: Fernandinho; Fei Nanduo (75)
Seleção: China
Equipe: Guangzhou Evergrande
No Brasil: Flamengo; Madureira
Atrações: Aceleração e Pique (84)

PONTA ESQUERDA (PE)

Jogador: Rony Lopes (78)
Seleção: Portugal
Equipe: Nice
No Brasil: --
Atrações: Balanço (88), Controle de Bola (82) e Drible (82)

ATACANTE (ATA)

Jogador: Caio Canedo (73)
Seleção: Emirados Árabes Unidos
Equipe: Al Ain
No Brasil: Volta Redonda; Botafogo; Figueirense; Internacional; Vitória
Atrações: Aceleração (80) e Pique (82)

ATACANTE (ATA)

Jogador: Elkeson; Al Kesen (79)
Seleção: China
Equipe: Guangzhou Evergrande
No Brasil: Vitória; Botafogo
Atrações: Aceleração (87), Força no Chute (86) e Pênaltis (85)

ATACANTE (ATA)

Jogador: Diego Costa (80)
Seleção: Espanha
Equipe: Sem clube
No Brasil: Barcelona Esportivo Capela (Base)
Atrações: Força (92), Combatividade (93), Cabeceio (83), Força do Chute (82) e Finalização (82)

ATACANTE (ATA)

Jogador: Rodrigo Moreno (82)
Seleção: Espanha
Equipe: Leeds United
No Brasil: Flamengo (base) Atrações: Aceleração (90), Pique (91), Posicionamento (83), Curva (83) e Reações (83)

A EQUIPE

Um dos elementos mais importantes no Ultimate Team é o Entrosamento. Um dos elementos que melhora a ligação entre os cards é a nacionalidade. Como os jogadores citados “deixaram para trás” a nacionalidade brasileira, a escalação a seguir perde boa parte de sua química.

Montamos um time no “4-3-3” com os seguintes jogadores: Guilherme, Mário Fernandes, Tolói, Pepe, Emerson, Alcântra, Marlos, Jorginho, Fei Nanduo, Rony e Rodrigo. Nesta escalação, a Química fica em 49, rating em 81 e um valor de investimento médio de 47 mil Fifa Coins.