<
>

Depois da Bethesda, Microsoft negocia a compra do Discord por US$ 10 bilhões

play
'Depois que comecei a fazer lives, melhorei muito minha relação com o público', diz Casemiro (3:51)

Jogador do Real Madrid fala como venceu a timidez em suas transmissões (3:51)

Após a aquisição da Bethesda e a especulação sobre a compra da Konami, a Microsoft é mais uma vez tema de grandes movimentações na indústria dos games.

Segundo o Bloomberg, site de economia, a Microsoft estaria em um estágio avançado de negociação para compra do comunicador especializados em videogames, o Discord. Amazon e Epic também estão de olho no software. O negócio estaria na casa dos US$ 10 bilhões e não há uma conclusão no horizonte no negócio capitaneado pelo chefe da divisão do Xbox, Phil Spencer.

O Discord foi criado em 2015, está sediado em San Francisco, EUA, e possui por volta de 100 milhões de usuários. Outra estratégia dos responsáveis pelo comunicador, no lugar de uma venda direta, seria a abertura de capital na Bolsa de Valores.

E NÃO PARA POR AÍ

Microsoft também estaria disposta a acrescentar mais jogos à biblioteca de jogos de seu serviço mensal, o Xbox Game Pass Ultimate, e a próxima fonte seria os títulos da Ubisoft. Com um possível acordo, o Game Pass teria mais 100 jogos para seus assinantes.

Ao invés do caso da Bethesda, a Microsoft estaria de olho em um formato no mesmo molde do acordo com a Electronics Arts, que permitiu a presença dos jogos da EA Play no Game Pass Ultimate.