<
>

Fifa 21: Dirigente da equipe de Ronaldinho Gaúcho ofende jogador por recusa de contrato: 'C... de m...!'

Durante a noite da última segunda-feira (22), uma situação delicada foi divulgada pelo jogador profissional de FIFA 21 uruguaio, Agustin “W1LKINS”. Em seu twitter, o jogador divulgou áudios de sua conversa com Renato Sá, dirigente da R10 Team - equipe de Ronaldo Gaúcho -, que ofendeu o uruguaio após o mesmo recusar um contrato com a organização.

“Você é um cagão de merda. Me fez perder tempo. Eu estava em um churrasco e parei para fazer o seu contrato. Filho de uma p*** (...) Te coloquei no maior torneio do Brasil, mas não adianta nada porque você é um cagão, quero falar com seu pai para explicar o filho cagão que ele tem (...) Vamos te comer no quinto qualificatório e nos playoffs. Vamos te comer como uma p*** na rua, com cinco negros com você, filho da p***”, profere o CEO em áudios enviados ao jogador.

Ao expor a conversa com o manager da R10 pelo aplicativo WhatsApp, W1LKINS mostrou que por diversas vezes durante a mesma foi chamado de “cagão” pelo CEO, que ainda se utilizou de outros termos ofensivos para ferir a integridade do uruguaio. O jogador prontamente recebeu o apoio da comunidade, que criticou duramente a atitude do manager da equipe.

“Ao rejeitar a proposta que o R10 Team me mandou (me bloquearam), o presidente do clube (Renato) me respondeu assim. Muitas vezes reclamamos do ambiente tóxico que existe, mas se realmente queremos ajudar o cenário a crescer, não é a maneira de tratar um jogador que simplesmente trabalha em seu jogo diariamente para chegar ao topo do cenário. Sempre trato todas as pessoas com respeito, você tem que saber respeitar as decisões dos outros e não enlouquecer por não concordar com seus pensamentos/interesses”, comenta W1LKINS na publicação em que expôs o ocorrido.

Mais tarde, Renato Sá Neto usou seu perfil no Twitter para apresentar o contrato oferecido ao jogador e também mostrar à comunidade que “depois que esfriei a cabeça, tratei de pedir desculpas por mensagens e por email”. Além de se desculpar com o jogador, o dirigente também pediu desculpas à comunidade de FIFA e assumiu responsabilidade pelo que foi falado.

Segundo o CEO, já “são 3 semanas que não durmo e acabei tendo sim um momento de raiva injustificada. Estou envergonhado! Quero pedir perdão a todos do FIFA. Infelizmente perdi a cabeça”.

Renato ainda anunciou que se afastará das obrigações da organização por tempo indeterminado para "descansar e poder repensar seus erros"; seu substituto será Tiago Faria, de acordo com o portal Globo Esporte.

“Quando a pessoa chega no limite do stress, comete erros horríveis. Renato está sobrecarregado e extremamente estressado. Nada justifica! Nosso manager vai se afastar de suas funções para poder retomar a consciência que levou a equipe ao topo da América do Sul”, comunicou o R10 Team em seu Twitter.

Ainda segundo o GE, Wilkins revelou que tem a intenção de denunciar o comportamento de Renato para a EA, empresa responsável pelo FIFA. Ainda segundo o portal, o uruguaio conta que o manager chegou a mandar um email com medidas compensatórias, mas que ainda não chegou a ler a mensagem.