<
>

Apesar de investidas de Flamengo, paiN e LOUD, fNb continua na Falkol Prodigy

play
Envy faz avaliação da INTZ no Mundial: 'Foram erros de atitude'. (3:48)

Após eliminação do Mundial, meio comenta sobre atuação da equipe, vitória histórica contra a Team Liquid e explica derrota na partida decisiva contra MAD Lions (3:48)

Mesmo com a investida de times do CBLoL, fNb já está apalavrado para renovar seu contrato com a Falkol Prodigy. Segundo fontes ligadas ao caso, três organizações tinham interesse no jogador para reforçar sua equipe na próxima etapa, conforme aponta a apuração do ESPN Esports BR.

LOUD, Flamengo e paiN buscaram mais informações para contar com o jogador para a próxima etapa, mas esbarram em uma multa rescisória de 400 mil reais pedida pela Falkol Prodigy, que tem contrato com o jogador até novembro de 2021.

O interesse da organização é continuar com o jogador, considerado como peça-chave no elenco. Procurada pela reportagem, Marina Leite, CEO da Falkol Prodigy, confirmou as tratativas de renovação com o jogador, que já está apalavrado com a equipe, apenas faltando a assinatura do contrato, por questões burocráticas.

Em resposta à reportagem, Marina Leite confirmou o interesse de outras organizações, mas deixou claro que apenas uma abriu conversas de maneira oficial:

“O único clube que me procurou, oficialmente, foi o Flamengo, os demais clubes eu sei que houveram conversas, mas não fui procurada oficialmente. De qualquer maneira, [o fNb] continua com a Falkol Prodigy até 2021”.

Sobre a multa rescisória, Marina diz que apesar de parecer um valor alto, a quebra de contrato está de acordo com a Lei Pelé "O valor de buyout dele está de acordo com o salário que recebe e está dentro da Lei Pelé. O valor não está alto pela quantidade de gente que está interessada nele. O valor está alto, mas para eu repor um atleta à altura eu também preciso estar capitalizada".

fNb sempre se destacou nos times que passou, desde da sua estréia no cenário competitivo de League of Legends, formando a primeira equipe do Santos Esports. Na PRG, o jogador foi responsável por ótimas atuações no CBLoL, chamando a atenção de organizações que buscam um topo carregador e com uma variedade alta de campeões.