<
>

VALORANT: Black Dragons demite fooX após comentários machistas

play
Riot comenta diretrizes de esports que farão parte de seu novo FPS (3:07)

Valorant ainda não foi lançado, mas empresa já fala sobre suas competições e os pilares que irão guiar o cenário (3:07)

A Black Dragons anunciou a dispensa de fooX do seu elenco de VALORANT após o jogador ter sido flagrado em live com comentários machistas. O caso todo repercutiu na noite desse domingo (18).

O último final de semana foi palco do primeiro qualificatório aberto do First Strike, evento organizado pela própria Riot Games. Em meio às partidas, a Black Dragons foi eliminada pela Fire Angels, formada unicamente por mulheres.

O agora ex-jogador da Black Dragons, que estava na line-up desde junho, participou de uma live feita por PEPA, jogador da RED Canids Kalunga, e acabou desmerecendo a vitória da equipe feminina.

“Eu tô perdendo pra mina de VALORANT fazendo 14/25. Eu tô perdendo pra mulher, se f****”, disse durante a transmissão. O dono da live, inclusive, chegou a questionar porque fooX estava inferiorizando as garotas, mas ele continuou: “Perdendo pra mulher, se f****”.

O trecho viralizou nas redes sociais e a própria CEO da Black Dragons, Cherrygumms, se antecipou dizendo que as devidas medidas seriam tomadas. Passado um tempo, a organização anunciou a dispensa de fooX.

Em nota, a BD afirmou que “esse comentário vai contra todos os princípios da BD e, por isso, não enxergamos outro caminho além de dispensá-lo”. A organização ainda alertou sobre a cultura de machismo que está presente nos esportes eletrônicos, mas que não vai para as transmissões. “Infelizmente sabemos que a única diferença entre ele e a maioria dos jogadores homens é que ele falou isso em live.”

Em seu Twitter pessoal, Cherrygumms também se pronunciou. “Nosso posicionamento jamais poderia ser diferente”, afirmou. “Espero que esse caso sirva de exemplo para posicionamentos similares das organizações brasileiras, tanto no conteúdo, quanto na agilidade. O nosso pilar na Black Dragons é e sempre será igualdade.”

RESPOSTA

Após a demissão, fooX chegou a se posicionar nas redes sociais por conta do acontecido. O jogador, que tem vasta experiência pelo Point Blank, inclusive sendo campeão mundial pela categoria, se defendeu ao dizer que “a cultura machista enraizada em nosso país nunca refletiu em mim”.

Na nota de esclarecimento, fooX afirmou que “ao longo dessa minha juventude, jamais pratiquei, compactuei com qualquer atitude que tenha sido praticada contra as mulheres, quer seja na vida privada, quer seja em seu ambiente de trabalho” .

A justificativa do jogador foi que o comentário aconteceu em meio ao “calor da emoção, no auge de fraqueza do espírito lutador”. “Falhei ao acreditar que fazendo tal comentário, todos que ali estavam entenderiam meu posicionamento. Nunca foi o de machismo. Foi o de um perdedor que não se acostuma com derrotas, poderia ser qualquer time”.

Confira a nota de esclarecimento de foo na íntegra:

Venho manifestar total repúdio em relação ao fato de ter feito um comentário machista diante da derrota que tivemos para o time Fire Angels.

Antes de tecer a minha opinião em relação à citada equipe, preciso reafirmar que ao longo dessa minha juventude, jamais pratiquei, compactuei com qualquer atitude que tenha sido praticada contra as mulheres, quer seja na vida privada, quer seja em seu ambiente de trabalho.

Não julgo necessário aqui narrar todo empenho e luta que as mulheres vêm travando ao longo da história. A cultura machista enraizada em nosso país nunca refletiu em mim em qualquer aspecto

Embora seja um pleonasmo, desafio qualquer pessoa do meu meio social ou que me conheça minimamente lançar neste momento qualquer outra atitude que tenha praticado ou pensamento que tenha transmitido que pudesse ser alvo de um pré-julgamento tão malicioso e repugnante como o que agora fazem.

Emiti tal comentário no calor da emoção, no auge de fraqueza do espírito lutador, sonhador, batalhador e competitivo que há em mim ao que agora, me arrependo por completo e não consigo sequer repetí-lo.

Falhei ao acreditar que fazendo tal comentário, todos que ali estavam entenderiam meu posicionamento. Nunca foi o de machismo. Foi o de um perdedor que não se acostuma com derrotas, poderia ser qualquer time.

Mais uma vez, ratifico aqui todo meu pesar a quem quer que eu tenha ofendido, tenha magoado ou até mesmo desapontado com tal comentário. E reafirmo, quem é da verdade sabe quem é da mentira.

Reforço todo repúdio que cabe em mim face a todos aqueles que desconhecem ou minimizam o poder, competência e batalha feminina.

Quanto ao time Fire Angels reafirmo para que entendam que é uma grande equipe e que sua vitoria foi honrosa e sem qualquer mácula. Vitória com V maiúsculo.

Ao passo que parabenizo-as, mais uma vez, pela sua MAIÚSCULA vitória.