<
>

Fifa 21: Seleção genérica ataca novamente com Oswaldinato, Andrão e Chiamulera na escalação

play
Zinho vê carência de bons jogadores brasileiros e diz: 'Só o Alisson é protagonista na Europa' (4:04)

'Tem jogador que é convocado que nem titular em seu time é, como Vincius Jr. e Coutinho', citou o ex-jogador (4:04)

A Seleção Brasileira, seja a masculina ou feminina, seguem como equipes genéricas na franquia Fifa. O escudo da CBF está no peito, a camisa “canarinho” está devidamente recriada, mas os atletas são genéricos. Por falta de licença, Fifa 21 traz equipes com jogadores e jogadoras criados para os jogadores. Nem mesmo Neymar, que esteve em escalações de jogos passados, deu as caras desta vez.

A seleção masculina é composta por jogadores presentes na Liga do Brasil, o Brasileirão genérico do game, e as equipes do país presentes na Libertadores da América.

A falta de licença se deve pela falta de acordos com entidades, times e jogadores do país, além do contrato entre CBF e Konami para que o futebol brasileiro, em sua grande parte, seja exclusivo de eFootball PES 2021.

Será que o técnico Tite seria cobrado se convocasse a seguinte seleção para enfrentar a Bolívia nesta noite de sexta-feira (09) pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar em 2022?

Em Fifa 21, o Flamengo também está em alta e é o time com mais jogadores cedidos para a Seleção Brasileira:

SELEÇÃO FEMININA

No caso da Seleção feminina não é diferente. Por falta de licenças, as brasileiras de Fifa 21 também são genéricas.