<
>

CSGO: ableJ anuncia aposentadoria e será streamer da FURIA

play
Guerri critica 'Fla-Flu' das torcidas na rivalidade entre FURIA e MIBR pelo CSGO: 'É muito agressivo' (4:41)

Técnico da FURIA avalia excessos que partem dos torcedores, mas vê comunidade amadurecendo (4:41)

Nesta sexta-feira (25), ableJ surpreendeu a comunidade de Counter-Strike: Global Offensive ao anunciar a aposentadoria do competitivo. Até então na reserva da FURIA, o jogador de apenas 21 anos alegou falta de “gana” para seguir atuando profissionalmente.

“Depois de algumas experiências em que consegui desenvolver muitos lados positivos e que me orgulho, hoje não tenho mais a gana de competir e seguir carreira de um jogador profissional”, postou em comunicado oficial. “Durante este ano de 2020 competindo, foi onde tive certeza que não queria mais disputar campeonatos e sim seguir outros rumos dentro do cenário de esports.”

De agora em diante, ableJ atuará como streamer da própria FURIA. Segundo ele mesmo publicou, o novo passo da carreira será relembrar “vontades do passado”. “Sempre tive vontade e vejo como uma grande fonte de aprendizado, que é a aproximação com o público e a criação de conteúdo.”

No início do ano, ableJ atuou emprestado pela W7M. Durante o período entre janeiro e junho, ele chegou a ser campeão da segunda temporada do CLUTCH. Antes, ele havia sido movido para o banco de reservas da FURIA - o que aconteceu mais precisamente em setembro.

O ex-jogador, inclusive, agradeceu a organização pela aposta em seu trabalho agora como streamer. “Obrigado FURIA por confiar em mim mais uma vez, com certeza é o ambiente em que gostaria de terminar minha vida e me sinto 100% apoiado em qualquer decisão que tomar.”

Foram dois anos de competitivo na carreira de ableJ, que deu as caras como pro player de CSGO em 2017. Em maio do ano seguinte, ele foi contratado para atuar na line-up academy da FURIA.

Pouco tempo depois, ableJ foi integrado ao elenco principal, que já estava nos Estados Unidos, e esteve no período de crescimento da organização em 2019. Durante esse tempo, ele chegou a ser vice-campeão da 7ª temporada da ECS e ainda conquistou os títulos de EMF CS:GO World Invitational e do Arctic Invitational. Ele ainda tem no histórico as disputas dos majors de IEM Katowice e StarLadder Berlin.