<
>

Exclusivo: Bob Burnquist fala da volta de Tony Hawk's Pro Skater e da sua ligação com videogames

play
Bob Burnquist fala sobre esports, e sua participação em Tony Hawk Pro Skater (2:48)

Bob conta como Tony Hawk reuniu todos os presentes na versão original do game e compara Esports aos espores radicais. (2:48)

Após 21 anos, a franquia Pro Skater de Tony Hawk está de volta aos videogames com o remake “Tony Hawk's Pro Skater 1+2” - e, dessa forma, o brasileiro Bob Burnquist também.

Personagem jogável da primeira edição da série lançada em 1999, o maior skatista da história do país mais uma vez será presença garantida no popular gamer. “20 anos depois… O tempo voa”, disse em tom nostálgico o próprio Bob, que conversou de forma exclusiva com o ESPN Esports Brasil.

Amigo de longa data de Tony Hawk, Bob revelou para a reportagem que precisou guardar segredo sobre o título que chegará para PlayStation 4, Xbox One e PC no dia 4 de setembro.

Hawk, o maior nome do skate mundial, acabou falando do projeto de remake da série em uma conversa de camarim no evento comemorativo de 20 anos da série, que ocorreu em San Diego, Califórnia, em abril do ano passado - e que ainda contou com todos os skatistas presentes no primeiro game.

“Foi um eventaço, foi muito legal rever todo mundo”, relembrou Bob. “Para mim era apenas mais uma comemoração, mas óbvio que com o Hawk não era. Ali no camarim ele me puxou e disse: 'Oh, não fala pra ninguém, mas a gente está trabalhando no remake. E queríamos estar com os originais'”, detalhou.

A confiança de Hawk com o brasileiro não é por acaso. Bob Burnquist esteve envolvido no desenvolvimento do primeiro Tony Hawk’s Pro Skater, o que já diz muito sobre a amizade da dupla. “Como na primeira vez, ele sempre muito generoso e brother. No protótipo [do primeiro jogo], era só eu e ele jogáveis. Então fui um dos primeiros que ele chamou.”

“Na época, a gente competia junto. Isso diz muito dele porque ele poderia ter me deixado fora do jogo, mas me manteve próximo”, exaltou. “Aí tivemos um personagem brasileiro para estar disputando dentro do jogo. Foi do nada e foi um prazer obviamente."

RELAÇÃO COM OS GAMES

Bob não vive só de skate não. Até mesmo pela proximidade com Tony Hawk’s Pro Skater, o brasileiro é vidrado em jogos eletrônicos. É uma relação que vem desde infância, quando se “amarrava em jogar”.

“Passei muitas e muitas horas aí de Master System, Atari, os jogos bem antigos. E aí com a chegada dos jogos de skate, ficou mais fácil de gastar o tempo em cima disso”, comentou.

“Eu jogava alguns jogos da época, como Metal Gear”, pontuou. “Mas eu ficava muito nessa de andar de skate, aí jogava jogo de skate porque agora estou dentro do jogo e dava pra desenvolver novas manobras.”

Ou seja, para Bob, videogame também “era trabalho”. “Eu podia falar: 'Peraí que tô trabalhando'. Só de eu poder falar isso já era demais”, disse em meio a risadas.

A relação com os games virou até mesmo negócio para o brasileiro que reside nos Estados Unidos. Em 2012, ele lançou “Bob Burnquist's Dreamland”, jogo para celular. “Comecei a transitar bastante dentro dos games. [Foi] quando eu lancei meu jogo. Fiz aí um joguinho de aplicativo pra celular, que foi muito bacana de fazer junto a uma desenvolvedora brasileira. São sonhos.”

Ainda assim, Burnquist não é tão chegado em jogar online. “Nunca competi avidamente, é uma coisa que faço de curtição. Não sou muito de jogar no multiplayer. Às vezes pego um GTA para dar uma zoada, zoar pilotando um helicóptero…”

De qualquer forma, o maior nome do skate brasileiro reconhece a importância da indústria de games hoje em dia. “Eu me interesso muito pelo assunto. Os lançamentos de jogos são maiores do que os lançamentos de filmes, e muitas ações de marketing que estão sendo feitas dentro dos jogos. Teve aí o lançamento de um álbum de música dentro do Fortnite.”

Bastante ativo com causas sociais, Bob Burnquist gosta de olhar para o potencial lúdico que os jogos eletrônicos têm a oferecer. “É divertido pra caramba. Por que não juntar o sério, com a brincadeira, com o business e a mensagem?"