<
>

Desde 2015: Ultimate Team arrecadou mais de R$ 30 bilhões para a EA

play
Quando gol de Diego Costa fez com que Antonio Conte enlouquecesse e se jogasse na torcida do Chelsea (0:54)

Treinador italiano extravasou no gol da vitória do clube sobre o West Ham (0:54)

A EA Sports teve uma receita de mais de 6 bilhões de dólares (mais de 30 bilhões de reais) desde 2015 com microtransações de Ultimate Team, feitos em seus jogos esportivos como Fifa, Madden, NHL e UFC.

Os números foram divulgados pelo inglês Daniel Ahmad, analista da indústria dos videogames pela Niko Partners em sua conta oficial no Twitte. Foi quase 1.5 bilhão só no ano fiscal de 2020.

Os jogadores que fazem microtransações nos Ultimate Team usam dinheiro real para comprar de pacotes que rendem cards de atletas. O objetivos de quem gasta é montar o melhor time possível com estes cards. Os pacotes trabalham com probabilidade dentre as várias classificações dos cards, que quase sempre rendem os mais comuns para os jogadores.

Os valores citados estão no resultado fiscal da EA. Já as microtransações são proibidas em alguns países do mundo, como Holanda e Bélgica.