<
>

Outro patamar? Como fica a escalação do Flamengo nos games após as contratações de 2020

O Clube de Regatas do Flamengo, que teve um ano de 2019 recheado de conquistas, como o Brasileirão e a Libertadores, reforçou ainda mais um time já poderoso. O time perdeu peças, mas foi agressivo na janela de transferências e trouxe novas peças para o técnico Jorge Jesus. Será que essas novas peças farão do time um força ainda maior no mundo dos game?

Em Pro Evolution Soccer 2020, o Flamengo é uma equipe de rating no ataque em 77 pontos, meio-campo com 79 pontos e defesa de 76 pontos. O game não está totalmente atualizado com a realidade, mas já podemos montar o Fla com as mudanças confirmadas.

A melhor equipe possível em Pro Evolution Soccer 2020, usando a formação padrão “4-2-3-1”, é a seguinte (os times brasileiros não fazem parte de Fifa 20, mas a chegada da Libertadores ao game da EA Sports em março pode mudar essa condição):

Observação: caso as tabelas não apareçam em seu celular, use a opção "ver site para computador" em seu navegador.

Em PES 2020, o time do Flamengo possui solidez no gol e laterais fortes. Bruno Henrique, na ponta esquerda, joga um pouco mais recuados, mas ainda aberto. No jogo, atualmente, Lincoln é o centroavante mais forte. Trata-se de um fato a ser corrigido em futuras atualizações com a aquisição de Gabigol por parte do time real - e falando em novidades, vamos às chegadas e saídas do time neste início de 2020.

A grande perda nesta janela de transferência é Pablo Marí, o zagueiro de melhor rating do elenco com 77. Só que o time “cai para cima”, já que Gustavo Henrique tem 78 de rating e chega para ser titular. Outra mudança significativa é a escalação em definitivo de Gabriel Barbosa no comando do ataque. Pedro, seu reserva imediato, também é uma boa alternativa, assim como Thiago Maia na posição de volante.

Aguardemos futuras atualizações da Konami para conferir se o time do Flamengo em PES 2020 estará em “outro patamar” com as novidades do elenco.