<
>

LoL: Devido atrasos salariais, Galatasaray é suspenso da liga turca por um semestre

Galatasaray foi suspensoda liga turca por não conseguir honrar compromissos salariais Riot Games Turquia

Antes listado como participante da etapa que abre a temporada 2020 da liga turca de League of Legends (TCL), o Galatasaray não disputará mais a competição. Neste sábado (28), o clube foi suspenso pela Riot Games devido atrasos salariais a jogadores e integrantes da comissão técnica.

A sanção foi revelada pela própria desenvolvedora como consequência do fato do Galatasaray não ter conseguido pagar os salários atrasados de jogadores e treinadores até a última sexta-feira (27). A suspensão dada ao clube, explicou a Riot, é determinante para a manutenção do padrão profissional da TCL.

A empresa avisou ainda que, devido a punição aplicada ao Galatasaray, todas as contratações feitas pelo clube visando a disputa da primeira etapa da TCL 2020 podem ser rescindidas de forma unilateral e que, antes de terminar o semestre, uma reavaliação do caso será feita para ver se o problema foi resolvido.

ENTENDA O CASO

Os primeiros relatos sobre o Galatasaray não estar honrando os compromissos vieram a público ainda em outubro, quando o então caçador sul-coreano da equipe BalKhan revelou que ele e companheiros estavam com os salários atrasados.

Na época, o agora integrante da Redemption, informou que até 14 de agosto o clube só havia pago o salário referente a maio e que os dos demais meses estavam atrasados. No Twitter, o jogador deixou claro que gostaria de ter resolvido a situação direção do Galatasaray, mas que a mesma estava mentindo para os integrantes da equipe.

Depois do caçador, outros integrantes do Galatasaray falaram publicamente sobre o problema como o meio coreano GBM e o suporte alemão Tolerant.

GBM, inclusive, desmentiu publicamente um dos diretores do Galatasaray. No início deste mês, respondendo ao meio, um executivo afirmou que o clube não estava ignorando ninguém, que o jogador já tinha recebido metade dos pagamentos e que o restante seria pago em breve, mas sem dar uma data precisa.

Sem perder tempo, o coreano informou que a agremiação estava mentindo sobre ter uma reunião com os integrantes do time e que nenhuma informação adicional sobre o problema havia sido fornecida.

GBM, BalKhan e Tolerant já não fazem mais parte do Galatasaray, com o meio retornando à Coreia para defender Griffin, o caçador sendo contratado pela Redemption e o suporte sem equipe.

Apesar dos problemas, nas duas etapas da TCL 2019 o Galatasaray chegou ao mata-mata sendo que, em ambas as edições, o time foi eliminado nas semifinais para Fenerbahçe e SuperMassive.