<
>

Para elll e land1n, título da GC Masters mostra que a paiN também é gigante no CS

paiN foi a equipe que levantou o troféu da 3ª GC Masters Draft5

O Counter-Strike: Global Offensive é mais uma modalidade eletrônica a qual a paiN pode se orgulhar em dizer que é campeã brasileira. Nesse domingo (30), a equipe comandada pelo ex-MIBR, Bruno Ono, levantou o troféu da terceira edição da Gamers Club Masters. Resultado este que, nas visões do treinador e de land1n, mostra que a organização também é gigante no FPS mais amado do País.

"Desde o começo quando nos procuraram, a direção da paiN deixou clara a vontade de retornar ao CS. Esse título é uma forma de retribuir todo o suporte que o clube vem nos dando, um suporte que eu nunca recebi desde que comecei a atuar como treinador", revelou Bruno Ono em entrevista ao ESPN Esports Brasil.

Complementando o comandante, land1n disse que com o título do Major brasileiro, toda a equipe de CS da paiN acaba ganhando mais visibilidade. De forma categórica, o jogador concorda que essa conquista serviu para colocar a paiN no mapa do Counter-Strike.

Tanto Bruno Ono, como também land1n falam da superação as adversidades passadas nos últimos meses. "Essa vitória é muito importante porque a gente vem de um ano muito turbulento, muitas derrotas e ganhar um presencial como a GC Masters é muito importante para voltarmos a crescer, voltamos a ser reconhecidos como um time que consegue bater de frente com os times que estão no topo", revelou land1n

Por conta de compromissos internacionais, que inclusive atrapalharam o time de dipustar muitas etapas da Dell Gaming Liga Pro - competição que serve de acesso para o Major brasileiro.

Quem também fala sobre as recentes mudanças é ell: "Eu ja esperava isso [ir mal nos primeiros meses]. Quando a gente fechou contrato com a paiN, a gente ja tinha dito isso para eles. sairam 2 jogadores e a gente queria sangue novo. Eu, principalmente, sei que é dificil pegar jogadores maduros para molda-los. A gente queria jogadores novos para moldar. A gente sabia que o percurso ia ser mais dificil. entao a gente sabia que precisavamos de tempo. a gente nao ficou chateado com os resultados ruins. a gente cresceu na hora certa.

Sobre as contratações de f4stzin e biguzeira, land1n revelou que "foi um risco". De acordo com o jogador, "sabíamos que estávamos correndo esse risco porque tinha muito jogador com bagagem nas costas, mas queríamos arriscar mesmo".

Apesar de ter terminado a GC Masters levantando o troféu, o começo da competição para a paiN não foi o dos melhores. Sincero, Bruno Ono disse que o time "não entrou ligado, não entrou 100%". De acordo com o técnico, foi contra "o Reapers sabíamos que era decisivo. Conseguimos a virada e vímos que poderíamos ser campeões.

Rindo, treinador e land1n concordam que o título da GC Masters coroa a paiN como a melhor equipes do momento: "Era até o que estava escrito no troféu: 'Era até o que estava escrito no troféu. Na decisão, a paiN ficou a frente, nada mais nada menos, que a Detona, equipe que dominou o ranking semestral da GC Masters. E vencer o time de tiburcio0 tem um gostinho especial.

"Sensação indiscrítivel. Toda partida contra eles está sendo difícil. Nossa final foi muito tenso, foi muito complicado. Eles também são merecedores. Então ganhar deles é um hype mto forte", afirmou land1n.

Eufórico, jogador deixou escapar ainda que a paiN pretende se mudar para o exterior, "mas futuramente". De acordo com land1n, "a gente quer dominar o Brasil. Ganhar todos os campeonatos aqui e pensar em sair".