<
>

Copa América: 5 jogadores da seleção que aproveitaram bem as chances dadas por Tite até agora

play
Vitor Birner diz que sair atrás do placar foi uma 'benção' para seleção brasileira (2:14)

Com gols de Firmino e Casemiro, Brasil venceu a Colômbia por 2 a 1 na Copa América (2:14)

Após a emocionante vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia, na última quarta-feira, o Brasil manteve 100% de aproveitamento na Copa América, mesmo fazendo várias modificações em sua escalação durante a competição.

Antes mesmo do torneio sul-americano ser iniciado, o técnico Tite disse que a seleção faria de tudo para buscar o título, mas também ressaltou que usaria o certame para dar oportunidades a atletas com menor minutagem, o que ajudará a fechar a lista para a Copa do Mundo 2022.

Com isso, 22 dos 24 integrantes da delegação canarinho jogaram na Copa América até agora - até mesmo os goleiros participaram do rodízio.

Os únicos que não entraram em campo foram o zagueiro Felipe, que se recupera de lesão e corre risco de ser cortado, e o volante Douglas Luiz.

Após três rodadas, já é possível notar que alguns jogadores aproveiteram bem suas oportunidades, e certamente ganharam pontos com Tite e sua comissão técnica na acirrada disputa por uma vaga no Mundial do Catar, no ano que vem.

Vale salientar que "pilares" da seleção, como o atacante Neymar, o zagueiro Marquinhos e o volante Casemiro já têm presença praticamente assegurada na Copa-2022, e, portanto, não entram nessa avaliação.

Veja 5 atletas que aproveitaram bem as chances de Tite até agora:

1. Éder Militão

O zagueiro do Real Madrid teve atuações excepcionais nas vitórias sobre Venezuela (1ª rodada) e Peru (2ª). Dominante tanto nas bolas rasteiras quanto no jogo aéreo, ele mostrou que conseguiu manter a grande fase viviva na equipe merengue também com a pesada camisa da seleção brasileira.

Contra a Colômbia, descansou para que Thiago Silva e Marquinhos pudessem jogar juntos pela 1ª vez na Copa América. No entanto, já possui enorme moral com o treinador e com o elenco, pelo nível altíssimo apresentado até aqui na competição da Conmebol.

É candidato fortíssimo a estar no quarteto de zagueiros do Brasil no Mundial do Catar, ao lado justamente de Marquinhos e Thiago Silva. O 4º nome, por sua vez, ainda é um mistério...

2. Fred

Vindo daquela que foi talvez sua melhor e mais regular temporada pelo Manchester United, o volante mostrou na Copa América que é um dos homens de confiaça de Tite. Afinal, foi titular nas três partidas disputadas pela seleção brasileira até agora.

No jogo contra a Venezuela, Fred não precisou aparecer tanto, mas sua atuação contra o Peru foi bastante decisiva, principalmente quando ele trocou os passes laterais por toques verticais, buscando principalmente Neymar e Everton Ribeiro. Sua participação mudou o jogo.

Contra a Colômbia, o mineiro fez sua partida mais discreta, e acabou dando lugar a Paquetá no 2º tempo, já que Tite entendia que precisava de mais dinamismo para buscar a virada. No entanto, Fred segue muito bem avaliado pela comissão técnica.

3. Gabriel Jesus

Após não fazer gols na Copa do Mundo 2018, o atacante do Manchester City viu sua presença na seleção brasileira ser bastante questionada. A atual Copa América e também os recentes jogos das eliminatórias mostram, porém, que o ex-palmeirense segue bem em alta com a comissão técnica.

Além de vestir a lendária camisa 9, ele foi titular nas três partidas do Brasil até agora, atuando em vários setores do ataque: aberto pela ponta direita, centralizado, como ponta esquerda... Independentemente de onde atuou, ele conseguiu aportar de alguma forma à seleção.

Se Jesus será titular absoluto ou não no Catar, em 2022, ainda não se sabe. Mas o fato é que o jogador é visto como alguém muito útil para o Brasil por Tite, e o artilheiro dos Citizens tem uma chance enorme de estar na delegação da próxima Copa do Mundo.

4. Danilo

Na ausência de Daniel Alves, que se recupera de lesão, o ala da Juventus fez questão de aproveitar bem cada chance dada por Tite na Copa América.

Ele foi titular nas três partidas do Brasil até agora, e só foi substituído no final do 2º tempo contra o Peru, para que Emerson ganhasse alguns minutos.

Bastante sólido no ataque e na defesa, ele pode não ter grande brilho, mas é bastante regular e conta com a confiança de Tite. E em uma posição que o futebol brasileiro está bastante escasso de bons jogadores, Danilo ainda se sobressai bastante, como vem acontecendo no torneio da Conmebol.

5. Roberto Firmino

Vindo daquela que foi provavalmente sua pior temporada pelo Liverpool, o atacante parece estar recuperando a confiança em seu futebol durante a participação da seleção brasileira nesta Copa América.

Contra o Peru, ele já entrou muito bem. Ingressou na metade do 2º tempo, no lugar de Gabriel Jesus, e deu nova vida ao ataque brasileiro, ajudando a seleção a fazer dois gols nos minutos depois e transformar o que era uma vitória básica em uma bela goleada.

Já contra a Colômbia, ele foi diretamente responsável para a virada do Brasil. Ao ingressar no lugar de Everton Ribeiro, no intervalo, Firmino deu vida nova à equipe canarinho. Seu gol de empate foi mais do que merecido, na partida que a equipe de Tite buscou o triunfo já aos 55 do 2º tempo, com Casemiro.