<
>

Seleção brasileira: São Paulo não deve vetar presença de Daniel Alves nos Jogos Olímpicos de Tóquio

play
Jardine explica convocação de Daniel Alves para a Olimpíada: 'Era para estar na Copa América' (1:39)

'Era um sonho que ele tinha', revelou o técnico da seleção olímpica (1:39)

Nesta quinta-feira, o técnico da seleção brasileira olímpica, André Jardine, convocou os 18 nomes que levará aos Jogos Olímpicos de Tóquio, entre julho e agosto deste ano.

A grande "bomba" da lista é o lateral-direito Daniel Aves, do São Paulo, que entrará como um dos atletas com mais de 24 anos na delegação canarinho.

Com a ida ao Japão, o experiente jogador perderá partidas importantes do Tricolor pelo Campeonato Brasileiro e pela Conmebol Libertadores. Segundo apurou a ESPN Brasil, o clube do Morumbi decidiu não vetar a presença do ala no Japão. Em contato com a reportagem, Dani manifestou o desejo de atuar nos Jogos.

“Fui convocado e estarei à disposição da seleção”, disse o lateral à ESPN Brasil.

A Olimpíada é um dos poucos títulos que o atleta não tem em seu vasto currículo. Após o anúncio da lista, o técnico André Jardine rasgou elogios ao astro.

"O Daniel Alves é uma referência. É um nome que tem um grande currículo, um dos mais vitoriosos de todo o futebol, tirou o São Paulo de uma fila. Era para estar na Copa América, mas infelizmente se lesionou. Procurávamos alguém como ele. Perfil de liderança e espírito vencedor. Tem um nível impressionante. Vai agregar demais. Tem sabedoria, liderança", disse Jardine.

"O universo quis assim, nos colocou diante dele para a seleção olímpica. Vimos que ele ainda não tem a conquista da Olímpiada, brincamos com isso, e queremos que ele tenha esse título. Seria um momento ímpar", completou.

A preparação da seleção começa dia 1º de julho, na Academia de Futebol, o centro de treinamentos do Palmeiras. Depois, a delegação viaja a Doha, no Catar, e se desloca para o Japão no dia 15 de julho.

O torneio de futebol da Olimpíada começa em 21 de julho e vai até 7 de agosto, período em que os atletas desfalcarão seus clubes tanto no Brasil quando na Europa.

O Brasil está no grupo D da competição, ao lado de Alemanha, Costa do Marfim e Arábia Saudita.

A estreia será dia 22 de julho, contra a Alemanha, em Yokohama. Três dias depois, em 25 de julho, a equipe canarinho pega Costa do Marfim, novamente em Yokohama. A fase de grupos será fechada contra a Arábia Saudita, dia 28 de julho, em Saitama.

O Brasil é o atual campeão olímpico, tendo levado a medalha de ouro nos Jogos do Rio 2016.

play
1:29

Com Daniel Alves, André Jardine convoca seleção brasileira para a disputa da Olimpíada de Tóquio

O zagueiro Diego Carlos, do Sevilla, e o goleiro Santos, do Athletico-PR, também aparecem na lista para os Jogos Olímpicos

Veja os convocados

Goleiros

Brenno (Grêmio)
Santos (Athletico-PR)

Laterais

Daniel Alves (São Paulo)
Gabriel Menino (Palmeiras)
Guilherme Arana (Atlético-MG)

Zagueiros

Diego Carlos (Sevilla)
Gabriel Magalhães (Arsenal)
Nino (Fluminense)

Meio-campistas

Bruno Guimarães (Lyon)
Claudinho (Red Bull Bragantino)
Douglas Luiz (Aston Villa)
Gerson (Flamengo)
Matheus Henrique (Grêmio)

Atacantes

Antony (Ajax)
Malcom (Zenit)
Matheus Cunha (Hertha Berlin)
Paulinho (Bayer Leverkusen)
Pedro (Flamengo)