<
>

Tata Martino diz que comandar o Barcelona foi o 'pior ano' de sua carreira e detalha 'erros'

play
Substituição da 'velha guarda' no Real Madrid e possíveis destinos de Coutinho: Linares repercute jornais espanhóis (1:27)

Publicações também destacam a falta de confiança de Bale e a vontade de retornar ao futebol de Messi (1:27)

Gerardo Martino comandou o Barcelona por uma temporada - entre junho de 2013 e maio de 2014 -, mas a lembrança de seu tempo no Camp Nou está longe de ser a melhor.

Muito pelo contrário. Para o técnico argentino, aquele foi o pior ano de sua carreira.

"Do lado dos resultados, não foi um ano ruim. Ganhamos um título (a Supercopa da Espanha) e disputamos uma final, mas em Barcelona o que importa é quantos títulos você ganha. No entanto,Eu digo que foi o meu pior ano porque minha contribuição como treinador começou e terminou com a administração da equipe", o treinador na última quinta-feira (28) durante uma master class do Centro de Inovação Tecnológica (CITEC) e da Liga MX.

"Há questões em que minha administração teve vida curta e, para mim, o clássico com o Real Madrid que vencemos por 2 a 1 em casa foi crucial (...) No outro dia, houve mais conversas sobre como havíamos marcado o gol do que a vitória, lá eu sabia que não iria mais", acrescentou, explicando que a sua proposta de jogo não foi bem aceita no Barça.

Tata Martino foi substituído por Luis Enrique ao término da temporada e naquele mesmo ano assumiu a seleção argentina. Atualmente, ele comanda a seleção mexicana.