<
>

Presidente do PSG pede 'esforço' do elenco em negociação de redução salarial

Em plena negociação para reduzir a folha salarial do elenco durante a pandemia da COVID-19, o presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi, pediu "um esforço" dos jogadores.

"Espero deles um esforço. Eles sabem as suas responsabilidades", comentou o dirigente catariano ao portal francês RMC Sport.

Embora a imprensa francesa tenha divulgado há alguns dias que as estrelas do clube estavam propensas a um acordo para a diminuição do salário, as negociações continuam, dentro das regras estabelecidas pela Liga de Futebol Profissional da França (LFP).

Os jogadores estão em situação de paralisação parcial desde o início do mês, após terem recebido o salário integral em março.

Khelaifi pediu também para que os atletas continuem treinando durante o período de isolamento e "estejam preparados para retomar as competições quando forem reabertas".

"Temos um final de temporada com grandes eventos esportivos. Temos muito interesse em concluir a temporada se forem atendidas as condições de saúde", comentou.

O xeque também defendeu seu papel de negociador entre a LFP a as televisões, embora seja proprietário do canal BeIN Sports, que transmitirá o futebol francês até o final da atual temporada. Khelaifi argumentou que foi nomeado por outros presidentes de clubes e que seu único interesse defender o futebol.