<
>

Paulo Autuori cita 'promessa quebrada' ao assumir Botafogo e 'esquece' título brasileiro de 1995: 'Olhar para frente'

play
Autuori fala em novas conquistas no Botafogo e deixa título de 1995 no passado: 'Já foi, é história do clube' (0:30)

Treinador foi apresentado nesta quinta-feira no Estádio Nilton Santos (0:30)

Paulo Autuori está de volta ao Botafogo.

Campeão brasileiro pelo clube em 1995, o técnico foi apresentado nesta quinta-feira (13) no Estádio Nilton Santos. Esta será a quarta passagem do treinador no Glorioso.

E logo na sua primeira entrevista, Autuori tratou de explicar os motivos que o levaram a "quebrar promessa" para assumir o Botafogo. Em 2016, após deixar o Athletico-PR, ele havia anunciado que não treinaria mais times no futebol brasileiro.

"Abri mão daquilo que defini pra minha carreira no Brasil porque é o Botafogo e tenho que dar uma reciprocidade pro clube que tudo me proporcionou. Contribuí para que possamos passar por algumas mudanças e transformações e dar meu tributo junto com o Espinosa (gerente técnico)", disse Autuori.

Além disso, o treinador evitou o título brasileiro de 1995. Autuori destacou que quer deixar no passado a conquista que marcou a sua primeira passagem no clube e espera "olhar para frente".

"A partir de hoje não vou mais me referir a esse tempo. Já foi, é a história do clube. Queremos criar um solo fértil para novas conquistas. Nosso olhar tem que ser para a frente e dentro dessa nova oportunidade que existe para o Botafogo", destacou.

Autuori assume o Botafogo após a saída de Alberto Valentim. O agora ex-comandante alvinegro deixou o clube após derrota por 3 a 0 no clássico contra o Fluminense.

Durante a entrevista coletiva, Autuori falou também que assume o Botafogo ciente das dificuldades econômicas do clube e exaltou a contratação do japonês Honda.

"Chego ciente das dificuldades que tem a ver com o futebol brasileiro. O que não posso aceitar (no futebol brasileiro) é que essas coisas se tornem corriqueiras. São valores e princípios inegociáveis. Aceitei o Botafogo porque devo tudo a esse clube", declarou.

"(Honda) foi uma contratação muito bem feita. É um profissional exemplar e precisamos de referências assim. Vai agregar muito ao grupo em termos técnicos. Foi uma tirada de mestre do clube", completou.

Autuori tem ainda algumas semanas antes de sua reestreia oficial como técnico do Botafogo, que ainda não tem data definida. Ela pode acontecer na primeira partida da Taça Rio ou segunda fase da Copa do Brasil.

O último trabalho de Paulo Autuori como treinador foi à frente do Atlético Nacional, da Colômbia. Antes disso, ele havia trabalhado no Ludogorets, da Bulgária.