<
>

Juventus tem forte queda em ações após apoiar Cristiano Ronaldo, acusado de estupro

A contratação de Cristiano Ronaldo pela Juventus elevou a equipe de volta a um alto patamar no mercado europeu, mas as alegações de estupro contra o craque português, de um caso reaberto pelo governo de Nevada (EUA), podem colocar todo o investimento em risco.

Após as marcas patrocinadoras do jogador, como a Nike e a Eletronic Arts, que desenvolve o jogo de videogame da Fifa, terem demonstrado preocupação quanto à história, a ‘Velha Senhora’ também viu as suas ações caírem em 18% desde o início das acusações, no domingo.

Na última quinta-feira, o clube italiano deixou claro o seu lado, publicando um comunicado oficial em apoio ao português. “Cristiano tem nos mostrado o seu profissionalismo e dedicação, e nós apreciamos isso”, escreveu, em sua conta no Twitter.

“As alegações de um evento que aconteceu há quase 10 anos não mudam a nossa opinião, que é compartilhada por qualquer um que teve o prazer de conhecer este grande campeão”, completou.

O posicionamento da equipe foi alvo de muitas críticas, inclusive do ex-atacante inglês Gary Lineker. “Independente de as acusações serem verdadeiras ou não, isso foi horrível por parte da Juventus”, publicou.