<
>

Flamengo domina Chapecoense, vence com golaço de Renê e dorme no 3º lugar

O Flamengo recebeu a Chapecoense no Maracanã e, com uma atuação dominante, venceu por 2 a 0, neste sábado, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Renê, com um belíssimo chute colocado, e Diego, de pênalti, fizeram os gols da partida.

Vindo de derrotas para Ceará e Internacional, o time carioca se recupera na Série A e vai a 44 pontos, na terceira colocação, ultrapassando o Palmeiras (43), que encara o Corinthians neste domingo.

Por outro lado, a equipe catarinense completa seis rodadas sem vencer, sendo cinco derrotas e um empate, estaciona nos 22 pontos e está na vice-lanterna da competição.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo fará clássico com o Vasco em Brasília, no sábado, às 19h (de Brasília). Antes, na quarta-feira, a equipe receberá o Corinthians, às 21h45, pelo confronto de ida da semifinal da Copa do Brasil.

Já a Chapecoense receberá o Internacional na Arena Condá, na segunda-feira (16), às 20h (de Brasília), pela 25ª rodada. Quatro dias antes, o time de Chapecó atuará em seu estádio diante do Atlético-PR, às 20h, em jogo atrasado da 20ª rodada.

O jogo

O Flamengo partiu para o ataque assim que a partida foi iniciada, mas tomou um susto logo aos quatro minutos, quando Leandro Pereira recebeu na área e chutou na rede pelo lado de fora. O time carioca ficava mais tempo com a bola, mas encontrava dificuldades para furar o bloqueio adversário. A melhor chance aconteceu aos dez minutos, quando Vitinho invadiu a área e caiu ao ser bloqueado pelo lateral Eduardo. O jogador rubro-negro pediu a marcação de pênalti, mas o árbitro nada viu de irregular no lance.

Aos 22 minutos, a equipe carioca criou a sua melhor oportunidade. Rodinei cruzou da direita, e Diego completou de voleio por cima do alvo. O time dirigido por Maurício Barbieri controlava as ações, e, aos 29 minutos, Willian Arão aproveitou uma sobra na entrada da área e chutou forte para defesa segura de Jandrei. Aos 33 minutos, o técnico Guto Ferreira foi obrigado a queimar a primeira substituição. João Capixaba se lesionou e Marquinhos entrou em seu lugar.

A Chapecoense não conseguia sair da defesa e só apareceu na área carioca aos 37 minutos, quando Canteros bateu falta e Diego Alves defendeu com facilidade. O Flamengo marcou o primeiro gol aos 43 minutos. Diego dominou na entrada da área e tocou para Renê. O lateral esquerdo bateu colocado, de perna direita, e Jandrei só observou a bola morrer no fundo da meta. Nos acréscimos, Jandrei evitou o segundo gol ao defender conclusão de Diego, que apanhou rebote do próprio goleiro após chute de Willian Arão.

A Chapecoense voltou para o segundo tempo com uma formação mais ofensiva e tentou pressionar o Flamengo, mas encontrava dificuldades para se aproximar do gol defendido por Diego Alves. Aos dez minutos, após cobrança de falta, a bola tocou na mão do atacante Leandro Pereira, que havia recuado para ajudar na marcação e o árbitro assinalou pênalti a favor do Flamengo.

Um minuto depois, Diego bateu com categoria e ampliou a vantagem da equipe carioca. Na comemoração, o meia rubro-negro mostrou para a torcida a camisa do zagueiro Juan, que rompeu o tendão de Aquiles da perna direita e vai ficar afastado dos gramados por longo tempo.

Sem ter outra saída, a Chapecoense tentou partir para o ataque, mas encontrava grande dificuldade para furar o bloqueio armado pela equipe carioca, que não permitia que Diego Alves fosse ameaçado. Só aos 31 minutos é que o goleiro do Flamengo apareceu bem no jogo, ao defender um chute forte de Rafael Thyere que tinha endereço certo.

Aos 34 minutos, Barbieri promoveu a entrada do atacante Berrio, jogador que não entrava em campo havia dez meses por causa de uma grave lesão. Berrio foi ao gramado na vaga do apagado Uribe.

Com a vitória garantida, o Flamengo apenas segurou a bola para passar o tempo diante de um adversário inteiramente batido e que se mostrava conformado com o resultado.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 2 X 0 CHAPECOENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 8 de setembro de 2018 (Sábado)
Horário: 21h (de Brasília)
Público: 28.983 pagantes
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Cartões amarelos: Renê, Piris da Motta (Flamengo); Roberto, Marquinhos (Chapecoense)
Gols: Renê, aos 43 minutos do primeiro tempo; Diego, aos 11 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei(Pará), Léo Duarte, Réver e Renê; Piris da Motta, William Arão , Everton Ribeiro(Marlos Moreno) Diego e Vitinho; Uribe (Berrio). Técnico: Maurício Barbieri

CHAPECOENSE: Jandrei, Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Amaral(Barreto), Márcio Araújo(Diego Torres), Canteros e João Capixaba(Marquinhos); Bruno Silva e Leandro Pereira. Técnico: Guto Ferreira