<
>

Palmeiras vence Atlético-PR com passe magistral de Deyverson e fica a 3 pontos da liderança do Brasileiro

O Palmeiras segue sua incrível arrancada sob o comando de Luiz Felipe Scolari.

Nesta quarta-feira, a equipe alviverde venceu o Atlético-PR por 2 a 0, no Allianz Parque, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, e manteve seu crescimento na competição.

O primeiro gol da partida foi marcado aos 26 do segundo tempo: Deyverson deu um passe magistral para Willian, que saiu na cara do goleiro e colocou no fundo das redes.

Nos acréscimos, Moisés converteu pênalti que Willian sofreu e completou.

Com o resultado, os comandados de Felipão vão a 43 pontos e sobem para o 3º lugar, a 3 pontos da ponta da tabela.

Já o "Furacão", que vinha de quatro vitórias seguidas, vê sua boa série acabar e fica com 27 pontos, no 10º posto.

Na próxima rodada, o Palmeiras faz clássico contra o Corinthians, neste domingo, novamente no Allianz Parque, às 16h (de Brasília).

No dia seguinte, às 20h, o Atlético-PR visita o Atlético-MG.

O JOGO

Os primeiros minutos de partida foram de muito estudo no Allianz Parque, com as defesas se mostrando atentas e anulando os ataques dos dois lados, em meio ao frio da capital paulista.

O primeiro chute certo no gol só foi sair aos 18 minutos, quando Marcinho arriscou de fora da área e Fernando Prass, que substituiu o poupado Weverton, agarrou com tranquilidade.

Quatro minutos depois, o Atlético-PR chegou bem novamente: em jogada trabalhada pela lateral, Bruno Nazário arrematou cruzado e viu a bola tirar tinta da trave, no melhor lance da partida até ali.

E só dava o time paranaense! No lance seguinte, os rubro-negros desceram pela direita e Jonathan deu ótimo passe para Nikão, que finalizou de primeira com muito perigo para Prass.

Só aos 25 minutos o Palmeiras ameaçou de fato o adversário pela primeira vez. Em cobrança de falta na lateral da área, Dudu levantou e Borja cabeceou forte, mas para fora do gol defendido por Santos.

A partir daí, o Verdão "acordou" e passou a dominar a partida, chegando constantemente à área rival. Aos 30, Dudu recebeu lançamento e cruzou rasteiro para Borja, que procurou o canto de Santos, mas viu a bola desviar na zaga e sair.

No último lance interessante do primeiro tempo, o goleiro atleticano, que vinha demonstrando qualidade na saída de bola, errou ao tentara um chutão e acabou carimbando Borja. Para sua sorte, a bola saiu pela linha de fundo.

Na volta do intervalo, o Palmeiras teve uma grande oportunidade logo de cara: Willian roubou a bola na lateral direita e cruzou bonito para Borja, que tentou emendar um voleio plástico, mas acabou furando.

Pouco depois, foi a vez do próprio Willian desperdiçar boa chance: ele recebeu enfiada e ia saindo na cara do gol, mas adiantou demais a bola e acabou travado pelo zagueiro Zé Ivaldo.

Na sequência da partida, os mandantes seguiram dominando a posse de bola e sofreram poucos riscos, mas tinham muita dificuldade para passar pela defesa montada por Tiago Nunes.

Uma nova finalização alviverde só veio aos 22, quando Deyverson, que havia acabado de entrar no lugar de Borja, pedalou pelo lado direito e tentou no canto, para defesa tranquila do goleiro.

Pouco depois, Deyverson saiu da posição de centroavante e brilhou: do meio-campo, ele enfiou uma bola espetacular para Willian, que saiu cara a cara com Santos. Com tranquilidade, o "Bigode" só deslocou para abrir o placar.

Aos 37, foi a vez de Willian retribuir: ótimo passe para Deyverson, que enfiou um canudo de perna esquerda, mas acabou mandando em cima do goleiro Santos.

Nos acréscimos, Santos ainda derrubou Willian na área e o árbitro marcou pênalti. Moisés cobrou no meio do gol e fechou a conta.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 x 0 ATLÉTICO-PR

Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Data: 5 de setembro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Público: 24.601 pagantes
Renda: R$ 1.263.083,14
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Michael Correia e Silbert Faria Sisquim (ambos RJ)
Cartões amarelos: Fernando Prass e Dudu (PAL); Wellington e Renan Lodi (CAP)

GOL
PALMEIRAS: Willian, aos 26, e Moisés, aos 48 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luís; Thiago Santos (Bruno Henrique), Felipe Melo e Moisés; Willian, Dudu (Jean) e Borja (Deyverson) Técnico: Luiz Felipe Scolari

ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan (Rony), Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi (Márcio Azevedo); Wellington, Lucho González e Bruno Nazário (Guilherme); Nikão, Marcinho e Pablo Técnico: Tiago Nunes