<
>

Veja 101 fatos aleatórios que fazem da Rússia um país intrigante

Veja 101 fatos aleatórios sobre a Rússia Barbara Queiroz/ESPN

A Copa do Mundo está chegando. Estamos a 101 dias do Mundial da Rússia. E em um país do tamanho de um continente – de um planeta? -, repleto de culturas e tradições das mais distintas, não faltam curiosidades.

Veja, abaixo, 101 coisas que você precisa – ou não – saber sobre a Rússia-2018. Ah, e tem até uma Copa por aí!

GIGANTE

1. A Copa será disputada no maior país do mundo. A Rússia ocupa 1/9 da área do planeta, ou seja, metade da Europa, 1/3 da Ásia e o dobro do Brasil.

2. É tão grande que é um país quase planetário. Já foi, na verdade, mas a culpa disso é de Plutão, que deixou de ser planeta para ser planeta anão. De qualquer forma, o solo russo tem 17 milhões de km², enquanto Plutão possui 16,6 milhões de km².

3. A maneira mais rápida de percorrer toda a extensão horizontal da Rússia de carro é sair de Smolenk, extremo oriente, até Magadan, no leste: seriam “apenas” 142h diretas de carro, ou quase seis dias. Haja combustível...

4. Isso por que ainda existem mais de 2.000km pouco habitados a leste de Magadan sem nenhuma grande rodovia – é tudo gelado!

5. Até as construções confirmam o gigantismo do país. O Kremlin, residência oficial do presidente da Federação Russa, é um verdadeiro complexo fortificado na capital Moscou. Para se ter ideia do seu tamanho, o comprimento total de suas paredes é de 2.235m, quase 59 vezes a altura do Cristo Redentor (38m).

PARA BEBER

6. E para escapar desse frio? Se você pensou em vodca, tudo bem! A palavra é um diminutivo de “água” em idiomas eslavos, mas a origem da iguaria permanece um mistério.

7. Vai beber em homenagem à Copa? A tradição russa manda que seja sempre acompanhado de um alimento. Pegue um pão preto, sinta o seu aroma e depois vire a dose de vodca!

8. Mas, se você pensar em cerveja, talvez a Rússia também seja um bom lugar. O país é o maior produtor mundial de cevada (e também de aveia, semente de girassol e trigo sarraceno).

9. Por falar em cerveja... Ela foi classificada como bebida alcoólica apenas a partir de 2011, quando um projeto de lei para a reclassificação foi aprovado pelo parlamento e de fato entrou em vigor em 2013. Antes, era um “item alimentício”, tratado como um refrigerante.

10. E eles bebem pouco? Quase nada: foram 32 litros de álcool puro (sem contar os outros componentes dos drinks) por pessoa, segundo dados da OMS para homens acima dos 15 anos, excluindo os que não consomem bebidas alcoólicas, em 2010.

DICA IMPERDÍVEL

11. “O Último Trem Para a Rússia”, documentário inédito e exclusivo da ESPN, é uma viagem pelos quase 10 mil km da Rota Transiberiana, a maior ferrovia do mundo. Uma aventura repleta de cultura, culinária, personagens interessantes e, claro, Copa do Mundo. Imperdível!

ÁGUA E GELO

12. Circundando parte da Transiberiana está o Lago Baikal, na Sibéria. É considerado o mais profundo de água doce e o maior em volume do mundo, além de ter 20% da água potável de todo o planeta.

13. Falando em Sibéria, além de ser a área mais gélida da Rússia (até -60C no inverno), é a região mais vasta do país, dona de 77% do território russo.

14. Mas pode ficar mais frio ainda... A cidade de Oymyakon é o local mais frio habitado do mundo. A marca é de −67,7ºC, em 1933. Em dias normais, os termômetros ficam em torno de -50ºC.

COLADINHA NOS EUA

15. Tão interessante quanto a Sibéria é o Extremo Oriente Russo. A região tem ao mesmo tempo cidades como Vladivostok (aquela do jogo War), que fica pertinho da Coreia do Norte, e a vila de Naukan, a poucos quilômetros dos Estados Unidos.

16. Nessa região, você pode dirigir com o volante do lado direito, por que muitos veículos são importados do Japão. Porém, na maior parte da Rússia, o volante fica do lado esquerdo!

17. Por falar em carro e Rússia, como não se lembrar do Lada! O modelo chegou ao Brasil em 1990, com visual nada arrojado e sem nenhuma adaptação para o mercado nacional. Mesmo com preços populares, não caiu nas graças da galera, e a importação acabou em 1995. Ah, outra característica do veículo é o fato de ele ser muito resistente. Por isso, muitos ainda são vistos nas ruas brasileiras!

FACEBOOK RUSSO

18. Facebook, que nada! VK, anteriormente chamada de VKontakte, ou ВКонтакте, é a rede social que bomba na Rússia. São mais de 340 milhões de pessoas cadastradas, ou seja, a maior rede social da Europa.

19. O grande atrativo do VK é a função de comunidades, semelhante à usada pelo saudoso Orkut, que fez sucesso no Brasil. Talvez por isso cerca de 1 milhão de contas no VK são de brasileiros.

20. Os irmãos Nikolai, 37 anos, e Pavel Durov, 33, são as mentes por trás da criação do VK. Eles também foram responsáveis pela criação do Telegram, sistema de mensagens instantâneas concorrente do WhatsApp.

FÉ E GEOGRAFIA

21. O feriado mais importante do país é o Ano Novo, com decorações semelhantes às do Natal ao redor do mundo. Já o Natal segue as tradições cristãs ortodoxas e é celebrado em 7 de janeiro.

22. Falando em Ano Novo, o feriado nacional dura 10 dias. Ninguém trabalha, e a folga geral não é incorporada nos 28 dias anuais de férias.

23. Aproximadamente 40% dos russos professam a fé do Cristianismo Ortodoxo. Depois dos 25% que não se identificam com uma religião e dos 13% ateus, a segunda crença mais comum é o Islã (6,5%).

24. Uma das sedes da Copa, Kazan, é famosa pela convivência entre cristãos e muçulmanos. A cidade capital do Tartaristão tem, inclusive, a Universidade Islâmica Russa e o Templo de Todas as Religiões.

25. Não sabe o que é a República do Tartaristão? É uma das 85 subdivisões da Federação Russa. Elas têm diferentes níveis de independência: são 46 oblasts (províncias), 22 repúblicas, nove krais (territórios), quatro distritos autônomos, um oblast autônomo e três cidades federais: Moscou, São Petersburgo e Sevastapol.

26. O único ‘oblast’ autônomo é o “Oblast Autônomo Judeu”, que fica no Extremo Oriente, fazendo fronteira com a China. É um dos dois únicos territórios oficialmente judeus do mundo – o outro é Israel. Apesar disso, menos de 5% da população desta subdivisão professa a fé judaica.

27. Todas essas subdivisões são reunidas em oito grandes distritos federais: Central (onde fica Moscou), Sul (de Rostov-on-Don), Noroeste (de São Petersburgo), Sibéria, Extremo Oriente, Ural, Volga e Cáucaso do Norte.

28. A Rússia, porém, nem sempre foi uma federação. Sua história milenar passou por Principados, Ducados, Impérios (com seus famosos Czares) e até república socialista: a União Soviética.

COMIDA

29. Nesses anos de história a Rússia proporcionou ao mundo várias receitas deliciosas. Entre elas está a “salada russa”, chamada por lá de salada de Olivier. Nada mais é do que legumes cortados em cubos, sempre regados pela maionese.

30. Originário da Sibéria, o “pelmeni” é mais um dos pratos típicos da Rússia, uma massa fina recheada com carne. Lembrando pastéis, eles são cozidos em água fervente e possivelmente foram uma adaptação do “wonton” chinês.

31. Outra boa pedida é o “borscht”, uma sopa com beterraba, cenoura e carne. E vai do gosto do freguês: pode ser servida quente ou gelada.

HAJA CULTURA!

32. Gosta de papéis de parede? É tradição: quase todas as casas contam com esse tipo de decoração.

33. Outra tradição são bonecos “matryoshkas”. Compostos de até 30 peças, podem chegar ao salgado preço de R$ 4 mil.

34. Ao se mencionar tradição, não se pode deixar de lado o hóquei no gelo. Ele é o segundo esporte mais popular da nação (atrás do futebol!) e tem no SKA São Petersburgo seu time mais poderoso.

35. Não tão tradicional, mas ainda mais interessante é o esporte ‘biatlo de tanques’. É inspirado no biatlo olímpico de inverno, no qual se esquia e atira. Na Rússia, porém, se anda de tanque de guerra e se atira com mísseis.

ARMADOS

36. No assunto “maiores arsenais nucleares do mundo”, a Rússia está em segundo, atrás apenas dos EUA. São 1.790 ogivas ativas de um total de 7.300 para os russos diante de 2.750 ogivas ativas para um total de 9.970 dos norte-americanos.

37. O exército russo pode ter o “trunfo” das armas nucleares, mas ficou famoso mesmo pelo fuzil AK-47. Favorita dos gamers nos jogos de tiro, foi inventada pelo militar Mikhail Kalashnikov.

38. As invenções russas vão da guerra à diversão. A montanha-russa, atração de 10 em cada 10 parques de diversão, começou – adivinhe – nas montanhas russas. Na região próxima a São Petersburgo, pessoas se jogavam nas íngremes trilhas no meio do gelo com carrinhos ou trenós.

39. Voltando à guerra, outra invenção é a roleta-russa. Embora tenha sua origem desconhecida, muitas lendas apontam o início da “brincadeira” de girar a câmara de um revólver com apenas uma bala e atirar na própria cabeça para os soldados russos.

A CURIOSA GEOGRAFIA DA COPA

40. Mencionamos São Petersburgo. Ela é a segunda maior cidade da Rússia e será sede da Copa. Fica quase na Finlândia – uma viagem de menos de três horas de carro já te leva para a Escandinávia.

41. Também próxima à Finlândia está a península de Kola, que abriga o buraco mais profundo da terra. Com mais de 12,2 km de profundidade, o Poço Superprofundo de Kola é resultado de um projeto científico da União Soviética que buscava cavar o mais fundo possível.

42. A sede mais inusitada da Copa, entretanto, é Kaliningrado: a região não tem NENHUMA ligação por terra com o resto do território russo. Cercada por Lituânia e Polônia, só pode ser acessada sem atravessar uma fronteira por uma longa navegação no Mar Báltico.

43. Esqueça Kalinigrado... A Rússia é o país com o maior número de países vizinhos. São 14: Azerbaijão, Belarus, Cazaquistão, China, Coreia do Norte, Estónia, Finlândia, Geórgia, Letónia, Lituânia, Mongólia, Noruega, Polónia e Ucrânia.

44. Além dos Oceanos Pacífico e Ártico, a Rússia está ligada a 13 mares diferentes, como o Mar Negro, o Mar Cáspio e até o Mar do Japão.

45. Kaliningrado também é sede da Floresta Dançante, uma vegetação específica de árvores retorcidas. Segundo a crendice popular, as árvores seguem o movimento das areias.

46. Longe de Kaliningrado, na Sibéria, existe também a Floresta Bêbada. Devido ao descongelamento descontínuo, cada árvore se inclina em um ângulo diferente, dando uma impressão de que estão tontas. Não acontece só no país, mas em várias florestas subárticas (as taigas) ao redor do mundo.

47. A taiga russa ou floresta de coníferas é a maior floresta do mundo. 43% do território do país é formado por esse tipo de vegetação.

48. Já o lago mais mortal do planeta está ao sul dos Montes Urais: aterrado com resíduos radioativos, diz a lenda que o Lago Karachai emite tanta radiações que é capaz de matar um ser humano em menos de 1h. Fique longe!

MÚSICA, LITERATURA, ALFABETO

49. Alla Pugatchova é o maior ícone da música russa. Aos 68 anos (ela completa 69 em 15 de abril), tem quase 50 anos de carreira, mais de 100 discos e 500 músicas e é a recordista de vendas no país. Fenômeno!

50. A música brasileira também tem entrada no país! “Ai Se Eu Te Pego”, de Michel Teló, se tornou um sucesso na Rússia, com uma série de versões locais, como esta:

51. Mais famosa que a música russa é a literatura do país. Dostoievski, Pushkin e Tolstoi são apenas alguns dos nomes das riquíssimas leituras em cirílico.

52. Não sabe o que é cirílico? É o alfabeto cujas variantes são utilizadas em seis línguas eslavas diferentes, russo entre elas. Sim, o alfabeto deles é diferente. Não, você não vai entender nada se tentar lê-lo sem antes estudá-lo.

53. “Alfabeto russo” em cirílico se escreve РУССКИЙ АЛФАВИТ. Entendeu?

BONS COSTUMES

54. Se a sua ideia é presentear um(a) russo(a) com flores, sempre as dê em números ímpares (1,3,5...). As quantidades pares são destinadas a funerais.

55. Jamais tente cumprimentar um russo embaixo de uma porta. A tradição local diz que tal ato dá azar.

TRENS E TURISMO

56. Vai a Moscou? Visite a Estação Ploshchad Revoliutsii, uma das mais bonitas do mundo, repleta de estátuas de bronze e uma grande curiosidade.

57. Entre as estátuas, uma chama a atenção: a de um focinho de cachorro, que está cada vez mais gasto graças à tradição de que tocar o local dá sorte.

58. O metrô russo também é um ponto turístico. Com 14 linhas e passagens a R$ 2, é famoso como um dos mais bonitos do mundo.

NA TELONA

59. O maior sucesso das bilheterias do cinema russo pertence ao filme “Stalingrad”, de 2013. Dirigido por Fyodor Bondarchuk, ele conta a história da Batalha de Stalingrado, na Segunda Guerra Mundial e rendeu bilheterias de US$ 68.075.573.

60. Já o filme mais caro da história da russa é “Viy 2: Journey to China”, sequência de “Viy”, baseado no romance de 1831 do escritor Nikolai Gogol. O investimento para a película, que ainda não tem data para lançamento na Rússia, foi de US$ 49.168.000.

O CHEFE

61. O presidente Vladimir Putin é um entusiasta das artes marciais, em especial o judô, do qual é faixa preta, sexto dan, e presidente honorário da Federação Internacional. É ainda coautor de livros sobre a modalidade e do vídeo de treinamento “Vamos Aprender Judô com Vladimir Putin”.

62. Mas tem gente que duvida. O pesquisador Benjamin Wittes, diretor do Lawfare, especializado em questões de segurança nacional dos EUA. Segundo ele, os famosos vídeos de Putin praticando judô são editados de forma a mostrar o presidente derrubando oponentes com facilidade, mas sem nenhuma técnica. O primeiro desafio foi feito em 2015, e Wittes repete que quer uma luta para desmascarar o chefão russo. Vai encarar?

63. Acostumado com as lutas, Putin também já se familiarizou com o poder, estando nos cargos mais importantes do país desde 1999, revezando o posto de primeiro-ministro e presidente.

GAMES

64. Desenvolvida pela empresa russa Akella, o game “Pirates of the Caribbean” foi lançado em 2003 para Windows e Xbox. A versão para o console foi a primeira desenvolvida na Rússia a ser lançada nos EUA.

65. A Rússia também é o palco de vários jogos eletrônicos famosos – em especial, os de tiro. As franquias Call of Duty e Battlefield, por exemplo, já criaram vários mapas inspirados no país.

66. Um dos russos mais famosos no mundo virtual? Trata-se de Zangief, lutador fortão e com um moicano na cabeça que representava os áureos anos da União Soviética no game japonês Street Fighter, um dos mais famosos da história.

67. Zangief é especialista na arte marcial sambo, em russo, самбо, sigla de "CAMозащита Без Oружия", algo como “autodefesa sem armas”. O sambo foi criado e desenvolvido em solo russo no último século, como uma mistura de boxe, luta olímpica e outras artes. Além de Zangief, outros famosos praticantes da arte são: Cyrax (Mortal Kombat), Abel (Street Fighter), Sergei Dragunov (Tekken), Fedor Emelianenko e adivinhe, Putin.

FUTEBOL

68. Se Zangief é um ícone virtual, o grande ídolo dos campos russos vem das décadas de 50 e 60 do século passado: o Aranha Negra, Lev Yashin, é considerado um dos maiores goleiros da história do futebol.

69. O ídolo recente, por outro lado, vem do ataque. Sensação de Eurocopa de 2008, na qual a Rússia surpreendeu e chegou até a semifinal, Andrei Arshavin ganhou notoriedade com passagem marcante pelo Arsenal.

70. Se Arshavin já fez quatro gols contra o Liverpool em um único jogo, há um russo que já anotou cinco tentos numa mesma partida de Copa do Mundo. Estamos falando do ‘mito’ Oleg Salenko, que detonou na goleada por 6 a 1 sobre Camarões em 1994.

SIM, VAI TER COPA!

71. Neste ano, a Rússia será comandada por Stanislav Cherchesov. Ex-goleiro da seleção, o treinador recebeu da Federação a ingrata missão de chegar à semifinal da Copa. Será que ele consegue?

72. Até agora, ele acumulou cinco vitórias, cinco empates, seis derrotas e uma eliminação na fase de grupos da Copa das Confederações à frente da equipe nacional.

73. Outro difícil objetivo é entregar todos os estádios a tempo da Copa – o Brasil que o diga. Em fevereiro, a Rússia processou quatro construtoras por atrasos em sete estádios que ainda não estão prontos para receber jogos.

74. Apesar desse fato, o presidente da Fifa Gianni Infantino disse que “será a melhor Copa já organizada”. Lembrando que todos os presidentes da Fifa falam isso antes de cada Mundial.

75. O retrospecto é bom, ao menos, na disputa de bastidores. Para receber a Copa de 2018, o país bateu as candidaturas das mais tradicionais Inglaterra, Portugal/Espanha e Bélgica/Holanda.

COPA-2018 EM NÚMEROS E CURIOSIDADES

76. Serão 64 jogos em 32 dias de Copa-2018, de 14 de junho a 15 de julho. Se preferir, 5.760 minutos, 96 horas ou 4 dias completos de futebol.

77. São 213 associações afiliadas à Fifa, sendo que 76 disputaram uma Copa. Duas delas, Islândia e Panamá, estreiam na Rússia.

78. Apenas uma associação não existe mais: a Alemanha Oriental, que disputou a Copa de 1974 e hoje está unificada na Alemanha, que por sua vez herdou os números da Alemanha Ocidental.

79. Falando em herança, são três as associações “herdeiras”: Rússia, que incorporou a União Soviética, República Tcheca, com o legado da Tchecoslováquia, e a Sérvia, que carrega o histórico da Iugoslávia.

80. Seis jogos tiveram seus horários alterados pela Fifa para atender o fuso horário dos países envolvidos. A tabela do Brasil foi mantida.

81. Será também a primeira vez do árbitro de vídeo na Copa do Mundo. Mas não são só os juízes que terão acesso ao VAR, pois os médicos também terão acesso às imagens para melhorar seus diagnósticos e evitar que atletas com sintomas de concussão continuem na partida.

82. Só há um grupo em 2018 sem nenhuma seleção campeã: o H, que conta com Polônia, Senegal, Colômbia e Japão. Os poloneses chegaram mais perto da taça, terminando em terceiro em duas ocasiões, 1974 e 1982.

83. Já o grupo da repescagem é o C, e a França é a única que não chegou à Copa sem passar pelo mata-mata das eliminatórias. Todos os demais vieram da repescagem: Austrália (Ásia x Concacaf), Peru (Conmebol x Oceania) e Dinamarca (Europa x Europa).

84. Campeã em 2014, a Alemanha chega à Rússia após uma campanha invicta no Brasil. Mas outra seleção também ostenta o fato de ter sido imbatível no último mundial: a Costa Rica, que foi eliminada nas quartas de final há quatro anos sem perder nenhum dos seus cinco jogos.

85. Na Copa anterior, em 2010, apenas um time ficou invicto: a Nova Zelândia. Com três empates, foi eliminada na primeira fase – a campeã Espanha perdeu na estreia para a Suíça.

86. Retrospecto conta? Então, a Alemanha que se cuide. Os dois últimos campeões caíram na primeira fase no Mundial seguinte: Itália-2010 teve dois empates (Paraguai e Nova Zelândia) e uma derrota (Eslováquia), enquanto a Espanha-2014 perdeu para Holanda e Chile e bateu a Austrália na despedida.

O BRASIL NA COPA, E NA FASE DE GRUPOS

87. O Brasil está no grupo E do Mundial, e a estreia será no dia 17 de junho, domingo, às 15h (de Brasília), contra a Suíça, em Rostov.

88. O segundo jogo do Brasil será contra a Costa Rica, dia 22 de junho, sexta-feira, às 9h, em St. Petersburg.

89. O último jogo do Brasil na primeira fase será contra a Sérvia, em 27 de junho, quarta-feira, às 15h, em Moscou.

O BRASIL NA COPA, E NO MATA-MATA

90. Se classificar em primeiro do grupo, o Brasil volta a campo dia 2 de julho, segunda, contra o 2º do grupo F (Alemanha, Coreia do Sul, México ou Suécia), às 11h, em Samara.

91. Ganhou! Nas quartas, o confronto será contra o Vencedor do jogo 54, ou seja, quem passou de 1º do G (Bélgica, Inglaterra, Panamá ou Tunísia) x 2º do H (Colômbia, Japão, Polônia ou Senegal). A partida está marcada para o dia 6 de julho, sexta, às 15h, em Kazan.

92. Outra vitória? Na semifinal, o rival vem dos grupos A, B, C ou D, ou seja, pode ser Rússia, Uruguai, Espanha, Portugal, França, Argentina ou alguma outra. A vaga na decisão será definida em 10 de julho, domingo, às 12h, em Moscou.

93. Se for segundo da chave, o duelo do Brasil nas oitavas será contra o 1º do F (Alemanha, Coreia do Sul, México ou Suécia), terça, 3 de julho, às 11h, em St. Petersburg.

94. Avançou? O caminho do Brasil teria então o Vencedor do jogo 56 entre 1º do H (Colômbia, Japão, Polônia ou Senegal) x 2º do G (Bélgica, Inglaterra, Panamá ou Tunísia), dia 7 de julho, às 11h, em Samara.

95. A hipotética partida da semi será contra o Vencedor do jogo 59, ou seja, Rússia, Uruguai, Espanha, Portugal, França, Argentina ou algum outro azarão ou surpresa. O confronto será em Moscou, dia 11 de julho, quarta, às 15h.

96. Chegou a hora da final? A grande decisão acontece no dia 15 de julho, às 11h, em Moscou.

A HISTÓRIA E O BRASIL

97. Ah, ficou em terceiro ou quarto do grupo na primeira fase? Já era...

98. A seleção não é eliminada na primeira fase há 52 anos. Além de em 1966, caiu na fase de grupos só em 1930.

99. O Brasil também voltou para casa mais cedo em 1934, sem marcar nenhum ponto. No caso, disputou só uma partida mesmo: entrou direto nas oitavas de final e acabou eliminado pela Espanha por 3 a 1.

100. Pela primeira vez, o Brasil corre o risco de ter seu posto de único pentacampeão igualado por duas seleções diferentes: Alemanha e Itália já possuem quatro títulos cada.

CONTAGEM REGRESSIVA

101. Ah, vai ter Copa, sim! E faltam 101 dias para a bola rolar!