<
>

Com dois de Mbappé e um de Neymar, PSG vence o Guingamp pelo Campeonato Francês

O Paris Saint-Germain venceu o Guingamp, por 3 a 1, e conseguiu sua segunda vitória em dois jogos pelo Campeonato Francês. Após sair perdendo por um a zero, Neymar, de pênalti, e Mbappé, com dois gols, deram a vitória para os parisienses.

A primeira chegada aconteceu logo aos três minutos de partida. Após escanteio cobrado na área, a zaga do Paris conseguiu cortar. Na sequência, Didot arrematou, mas não acertou a meta. No lance seguinte, a resposta. Di Maria carregou com a perna canhota, finalizou de fora, porém, por cima do gol.

O Guingamp seguiu melhor na partida. Com 12 minutos de jogo, uma grande defesa de Buffon. Thuram cruzou da direita, Benezet furou e Roux chutou. O goleiro italiano, mesmo caído, tirou de soco e a bola ainda pegou no travessão.

Após insistir, os donos da casa conseguiram marcar seu gol. Aos 19, aproveitando o erro de Dagba, Coco acionou Roux, que só deslocou Buffon, 1 a 0.

Com 24 minutos, o primeiro lance polêmico. Buffon saiu mal do gol, Thuram levantou na área e Benezet ampliou, porém, o árbitro chamou o VAR para analisar uma possível falta do camisa 10.

Depois de muita consulta dos árbitros durante 4 minutos, o gol foi realmente anulado. Alegando falta em Dagba.

Após o tento anulado, o Guingamp seguiu pressionando os craques de Paris, mas não conseguiu ampliar o placar. Daí em diante, o jogo ficou morno até os 47 da etapa inicial, quando Thuram fez ótima jogada, invadiu a área e finalizou tirando tinta da trave de Buffon.

Para o segundo tempo, o campeão da Copa do Mundo, Mbappé, veio para o jogo no lugar de Weah. Com apenas 1 minuto jogado, Neymar acionou Di Maria, o argentino soltou a bomba, e Johnsson defendeu bem.

Quatro minutos mais tarde, o brasileiro invadiu a área, cortou o marcador e foi derrubado, pênalti para o PSG. Na cobrança, o camisa 10 deslocou o goleiro, com categoria, e empatou a partida. Ao contrário da etapa inicial, os parisienses vieram ligados para o jogo.

Com Neymar jogando mais centralizado e com o camisa 7 acelerando as jogadas, a superioridade começou a aparecer para os visitantes.

Aos 22, Neymar arrancou para o campo ofensivo e foi parado com falta, na entrada da área. Na cobrança, Ángel mandou com perigo, a direita da meta. O PSG seguiu controlando até que, 11 minutos mais tarde, quase conseguiu a virada. O camisa 10 cobrou escanteio por baixo, Di Maria desviou e a bola explodiu na trave, com violência.

Na sequência, Coco tentou a jogada individual na área, ficou caído, mas a arbitragem mandou seguir

Depois de tanta insistência, a recompensa. Aos 36, após ótima troca de passes, Di Maria meteu linda bola para Mbappé pelo lado esquerdo da área que, cara a cara, só tocou na saída do goleiro, 2 a 1. Foi a primeira vez que o menino francês voltou a atuar depois do título mundial.

Com 41 minutos, Thiago Silva perdeu grande chance. Neymar mandou com capricho para o capitão que, livre, não conseguiu direcionar a cabeçada. Na sequência, um golaço. O camisa 7 invadiu a área e, com enorme categoria, tocou por cobertura, fazendo seu segundo no jogo e o terceiro do PSG.