<
>

Com Russia 'ausente, mas presente' e trégua entre Coreias, Olimpíada de Inverno começa cheia de curiosidades

Os Jogos Olímpicos de Inverno começam oficialmente nesta sexta-feira e se estendem até o dia 25 de fevereiro. A cidade de PyeongChang, na Coreia do Sul, será a sede da 23ª edição da competição, a primeira das três Olimpíadas que acontecerão na Ásia. Com esportes radicais, muito frio e tensão entre Norte e Sul, os jogos estão cheios de curiosidades. Serão 92 nacionalidades e 14 modalidades, dentre elas biatlo, snowboard e patinação artística.

Uma das atrações peculiares, será a presença de um robô que tem a missão de cuidar da limpeza de PyeongChang.

COREIA DO SUL E NORTE JUNTAS

A separação política dos países é algo que levanta alarde sobre questões de segurança durante o torneio. Em demonstração de ‘trégua’, elas irão desfilar juntas na cerimônia de abertura sob bandeira unificada, mas competirão em equipes distintas.

Com tensões alimentadas pelas ambições nucleares da Coreia do Norte, os Jogos Olímpicos de Inverno são esperança de paz na península coreana.

RÚSSIA: EXCLUÍDA DA COMPETIÇÃO, MAS VAI JOGAR

Pode parecer confuso: a Rússia foi banida da competição porém, cerca de 170 atletas russos estão em solo coreano. Isso porque o Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu excluir o país dos Jogos por causa de um escândalo de doping.

Com isso, os atletas que provarem estar ‘limpos’ poderão participar do torneio, mas sem defender a bandeira e as cores da Rússia. Eles competirão como ‘’Atletas Olímpicos da Rússia’’, time OAR.

ESTADOS UNIDOS CAMPEÕES DE TUDO?

Não é surpresa dizer que a equipe norte-americana é uma das potências no meio esportivo, e nos Jogos Olímpicos de Inverno não seria diferente. Mas uma medalha os EUA ainda não têm: biatlo.

Caso Lowell Bailey saia vitorioso no torneio, os Estados Unidos terão pelo menos uma medalha de ouro em todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Inverno.

10 BRASILEIROS EM TERRAS COREANAS

As cores verde e amarelo estarão presentes no torneio. Dez brasileiros vão competir em cinco das quatorze modalidades, sendo elas: Isabel Clark no snowboard, Isadora Williams na patinação artística, Michel Macedo no esqui alpino, Jaqueline Mourão e Victor Santos no esqui cross-country, Edson Bindilatti, Odirlei Pessoni, Rafael Soulza, Edson Martins e Erick Vianna competirão no bobsled.