<
>

Circuito brasileiro de vôlei de praia ganha cara nova em 2022; confira as mudanças

O circuito brasileiro de vôlei (CBV) anunciou novas mudanças para a modalidade na praia. Uma delas é que a premiação total ultrapassará os seis milhões de reais, um valor 22% superior ao da temporada 2020/2021.

O torneio passa a ser dividido em duas competições por etapa. O aberto reúne as duplas entre o 8º e o 14º lugar no ranking, além de dois convidados e oito parcerias classificadas pelo qualifying. As partidas acontecem de quarta-feira a sexta-feira.

Já o Top 8 será disputado de sexta-feira a domingo pelas sete duplas mais bem ranqueadas, além de um convidado especial: o campeão do aberto anterior.

“Esse sistema permite jogos mais nivelados, já que no modelo atual, de competição única com 24 times no torneio principal, os confrontos eram definidos pela colocação no ranking: o mais bem ranqueado enfrentava o time de colocação mais baixa e assim por diante”, informou a entidade no comunicado divulgado.

O novo modelo terá menos dias de competição para cada atleta, diminuindo o desgaste com viagem.

Durante a temporada 2022, serão realizadas dez etapas do Top 8 e 15 do aberto. A primeira de ambos será em fevereiro, em Saquarema, no Rio de Janeiro.

Além do Brasileiro, os atletas terão a chance de disputar em casa duas etapas do Circuito Mundial. Em março, os melhores jogadores do mundo estarão reunidos no Rio de Janeiro para uma disputa Elite. Em abril, Itapema, em Santa Catarina, recebe uma competição Challenge.

Confira o calendário do circuito brasileiro de vôlei de praia:

1ª etapa (Top 8 e aberto): Saquarema (RJ) – de 2 a 6 de fevereiro

2ª etapa (aberto): Maringá (PR) – 24 a 27 de março

3ª etapa (Top 8 e aberto): Itapema (SC) – 20 a 24 de abril

4ª etapa (Top 8 e aberto): Brasília (DF) – 4 a 8 de maio

5ª etapa (Top 8 e aberto): Cidade a definir – 18 a 22 de maio

6ª etapa (Top 8 e aberto): Cidade a definir – 1 a 5 de junho

7ª etapa (aberto): Cidade a definir – 22 a 26 de junho

8ª etapa (aberto): Cidade a definir – 7 a 10 de julho

9ª etapa (Top 8 e aberto): Cidade a definir – 20 a 24 de julho

10ª etapa (aberto): Cidade a definir – 4 a 7 de agosto

11ª etapa (Top 8 e aberto): Cidade a definir – 24 a 28 de agosto

12ª etapa (Top 8 e aberto): Cidade a definir – 21 a 25 de setembro

13ª etapa (Top 8 e aberto): Cidade a definir – 12 a 16 de outubro

14ª etapa (Top 8 e aberto): Cidade a definir – 9 a 13 de novembro

15ª etapa (Top 8 e aberto): Cidade a definir – 30 de novembro a 4 de dezembro

Sub-21

1ª etapa: Saquarema (RJ) – 28 a 30 de janeiro

2ª etapa: Itapema (SC ) – 17 a 19 de abril

3ª etapa: Cidade a definir – 21 a 23 de agosto

4ª etapa: Cidade a definir – de 27 a 29 de novembro

Sub-19

1ª etapa: Brasília (DF) – 1 a 3 de maio

2ª etapa: Cidade a definir – 1 a 3 de agosto

3ª etapa: Cidade a definir – 9 a 11 de outubro

Sub-17

Etapa única: Cidade a definir – 17 a 19 de julho