<
>

Osasco São Cristóvão Saúde vence Maringá e dorme na vice-liderança da Superliga de Vôlei

O Osasco São Cristóvão Saúde venceu o Unilife Maringá por 3 sets a 0 na noite desta segunda-feira. Jogando no ginásio Chico Neto, em Maringá, o time paulista conquistou pontos suficientes para dormir na vice-liderança da Superliga Feminina. As parciais foram 25/20, 25/17 e 25/23, marcando a última partida da equipe neste ano.

A vice-liderança ainda não é definitiva, dependendo do resultado do jogo entre Sesi Bauru e Fluminense, que será disputado nesta terça-feira. O Osasco São Cristóvão Saúde precisa torcer para um tropeço do time de Bauru e, caso as bauruenses ganhem por 3 a 2, a decisão vai depender dos critérios de desempate. Com isso, Osasco fecha o ano na segunda ou na terceira colocação, tendo um retrospecto de nove vitórias em dez rodadas.

Em Maringá, Rachael Adams ganhou o troféu de melhor em quadra e enalteceu o time. “Entramos em quadra muito focadas para conquistar essa vitória e subir na tabela. Sabíamos que o time delas tem feito bom jogos e defende bem. O importante é que conseguimos impor nosso jogo”, disse a central. “Estou muito feliz por jogar no Brasil. Todos são muito receptivos. Vou passar as festas de final de ano nos Estados Unidos e voltarei ainda mais motivada para a sequência do campeonato”, concluiu.

Adams foi bem no ataque, com 11 pontos, seis a menos que Tifanny, maior pontuadora da partida, com 17. Fabiana também fez uma boa partida, com 10 acertos. Na linha de passe, Carla, Michelle e Camila Brait foram bem.