<
>

Vôlei Guarulhos veste líbero de azul em alerta sobre o câncer de próstata

Durante este mês de novembro, o Vedacit Vôlei Guarulhos (VVG) entrou em prol da saúde masculina e vestirá o líbero Rogerinho com um uniforme azul, da cor da campanha.

O objetivo é alertar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, o mais frequente entre os homens brasileiros, depois do câncer de pele. Em outubro, o VVG também realizou ação semelhante para conscientizar contra o câncer de mama, apoiando o Outubro Rosa.

De acordo com o Ministério da Saúde e o Instituto Nacional de Câncer (INCA), foram diagnosticados 68.220 novos casos de câncer de próstata e cerca de 15 mil mortes por ano em decorrência da doença no Brasil, para cada ano do biênio 2018/2019.

O movimento quer conscientizar, ainda mais, a população masculina sobre a necessidade de cuidar do corpo e da mente. Praticar exercícios, ter uma alimentação equilibrada, parar de fumar, praticar sexo seguro, cuidar da saúde mental e, também, fazer o exame da próstata, periodicamente.

Por causa do preconceito que envolve o exame de toque retal, muitos homens são diagnosticados quando a doença já está em estados mais avançados, o que leva a uma alta taxa de óbitos. Quando identificado em fase inicial o câncer de próstata tem altos índices de cura.

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Na fase avançada, os sintomas são: dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com frequência e presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

Entre os fatores de risco estão: histórico familiar de câncer de próstata (pai, irmão e tio); obesidade e raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer.

A única forma de possibilitar a cura do câncer de próstata é com o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou com 50 anos e sem estes fatores, devem ir ao urologista, para realização do exame de toque retal.