<
>

Parlamentares de 7 partidos acionam o Ministério Público contra Maurício Souza

A cada dia o caso envolvendo Maurício Souza ganha um novo episódio, e desta vez chegou ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Segundo Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, foi encaminhada uma representação ao MPMG contra o jogador de vôlei.

Um grupo de parlamentares trans, lésbicas, bissexuais e gays de 13 estados encaminhou a seguinte nota ao Ministério Público: “A discriminação é nítida e direta, porque decorrente da intenção explícita de humilhar e constranger toda a população LGBTQIA+, causando prejuízo no exercício adequado do direito fundamental à cidadania e risco aumentado de violência por discursos como este”, afirmam sobre o conteúdo das postagens.

“O senhor Maurício Souza tem usado suas redes sociais há muito tempo para disseminar comentários ofensivos à comunidade LGBTQIA+, direta ou indiretamente”, acrescentam.

Além da representação, o grupo solicitou uma reunião com o Facebook para conversar sobre os comentários homofóbicos feitos por Maurício no Instagram.