<
>

Técnico da seleção masculina de vôlei, Renan Dal Zotto é intubado por conta de COVID-19

play
Dos bilhões à 'treta', o que você precisa saber sobre a Superliga dos gigantes da Europa no Giro ESPN (1:20)

Doze grandes clubes querem criar liga própria com investimento de banco estadunidense (1:20)

Diagnosticado com COVID-19, o técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, Renan Dal Zotto, foi intubado para que o seu nível de saturação do oxigênio seja mantido mais alto, segundo informado pela Confederação Brasileira de Volêi.

A CBV ainda informou, nesta segunda-feira (19), que o seu vice-presidente, Radamés Lattari, também diagnosticado com coronavírus, já foi extubado e segue com uma boa evolução clínica de seu quadro.

O comandante da seleção deve ficar intubado em um período entre 48 e 72 horas para, então, começar a retirada do respirador. O treinador foi internado na última sexta-feira (16) depois de uma piora em seu quadro.

Dal Zotto, que faz parte do grupo prioritário por possuir 60 anos e ser profissional de educação física, já tinha tomado a primeira dose da vacina, em Santa Catarina, e espera a segunda pelo calendário.

Vale lembrar q quem toma a vacina, ainda pode pegar, mas fica seguro quanto a sintomas mais graves. Além disso, a pessoa ainda pode pegar e transmitir a doença, além de necessitar de um período para que os anticorpos sejam ativados.

Renan Dal Zotto e Radamés estavam na bolha criada pela CBV em seu centro de treinamentos em Saquarema. Todas as pessoas que estavam concentradas para as finais da Superliga Masculina foram retestadas. A apresentação da seleção feminina de base também foi adiada para evitar contaminação.