<
>

Brasil vence Japão, segue perfeito e é campeão da Copa do Mundo de vôlei pela 3ª vez

play
Tifanny analisa impasse com seleção: 'Se perder, a culpa vai ser minha, se ganhar, a culpa vai ser minha também' (1:00)

Assista no WatchESPN, na íntegra, ao Bola da Vez com a primeira atleta trans a disputar a Superliga (1:00)

O Brasil é o campeão da Copa do Mundo de vôlei. A seleção garantiu a taça com uma rodada de antecedência ao vencer o Japão, anfitrião do torneio por 3 sets a 1, parciais de 25-17, 24-26, 25-14 e 27-25, nesta segunda-feira, em Hiroshima.

Dessa forma, país verde-amarelo chega à sua terceira conquista na história, sendo que havia triunfado também em 2003 e 2017, e se isola como o segundo maior ganhador. A Rússia lidera com seis troféus.

O resultado válido pela décima rodada deixa o Brasil com dez vitórias, sem mais poder ser alcançado pela Polônia e pelos Estados Unidos, que têm oito triunfos cada – no domingo, os brasileiros venceram os poloneses no tie-break em confronto direto. Os japoneses, com sete vitórias e 20 pontos, aparecem na quarta colocação.

O título representa o terceiro de Renan Dal Zotto como técnico da seleção. Após ter sido anunciado o substituto de Bernardinho, ele faturou também a Copa dos Campeões e o Campeonato Sul-Americano, ambos em 2017. Além disso, ficou com o vice da Liga Mundial do mesmo ano e do Campeonato Mundial de 2018.

No duelo desta segunda, os brasileiros viram os pontos de ataque serem sua principal diferença em relação aos japoneses, tendo levado vanategam de 56 a 49 no quesito. Na sequência, vieram os bloqueios (11 a 6) e erros do adversário (26 a 21). Além disso, foram oitos pontos de saque do time de Dal Zotto, contra seis do adversário.

Os brasileiros irão fechar sua participação na competição contra a Itália, às 3h (de Brasília) desta terça-feira.