<
>

Vôlei: Brasil estreia na Fase Final da Liga das Nações com derrota para Polônia

Brasil sofreu derrota para a Polônia na Liga das Nações Getty Images

O Brasil estreou na fase final da Liga das Nações, nesta quarta-feira, com derrota. Jogando em Chicago, nos Estados Unidos, sede do Final Six, a equipe de Renan Dal Zotto sofreu diante de uma Polônia desfalcada, até conseguiu levar a partida para o tie-break, mas acabou superada por 3 sets a 2 (25/23, 23/25, 25/21, 21/25,15/9). Desse modo, a Seleção Brasileira precisará vencer Irã, outro rival do Grupo A, para ir à semifinal.

Na Fase Final da Liga das Nações, os seis países com melhor campanha ao longo das semanas são divididos em dois grupos de três em que os dois melhores se classificam para as semifinais. A chave A conta com os donos da casa, França e Rússia, enquanto a B tem Brasil, Irã e Polônia.

A Seleção Brasileira volta às quadras pela última partida antes da possível semifinal nesta sexta-feira, às 19h (de Brasília), quando enfrenta o Irã. A Polônia, por sua vez, enfrenta o mesmo adversário e em horário semelhante, mas na quinta-feira.

O Jogo – Desligado, o Brasil viu os poloneses abrirem logo no começo da partida, mas, aos poucos, a equipe de Renan Dal Zotto aumentou o ritmo, colocou a bola no chão e chegou perto da liderança no placar. Os europeus, no entanto, foram mais eficientes nas viradas decisivas e cravaram a vitória no set inaugural por 25 a 23.

Sem deixar a tônica da primeira parcial se repetir, a Seleção Brasileira cresceu de produção ofensivamente e defensivamente para construir uma boa vantagem. O poloneses, porém, foram buscar a diferença e encostaram, mas, dessa vez, os sul-americanos souberam se comportar, devolveram o 25 a 23 e empataram o duelo em 1 a 1.

Após dois começos de set alternados na questão de superioridade, Polônia e Brasil iniciaram a terceira parcial parelhos, até que os brasileiros contaram com erros, além do desequilíbrio mental, do rival, que teve um jogador expulso, para ficar em boas condições na partida. Sem desistir, os europeus engataram uma sequência de pontos e fizeram 2 a 1 com um 25 a 21.

Pela segunda vez, o Brasil precisou correr atrás para seguir vivo na partida. Para isso, a Seleção entrou para o quarto set intensa, sem deixar o rival respirar, e construiu boa vantagem, levando a partida para o desempate ao fazer 25 a 21 e empatar o duelo em 2 a 2.

Mesmo confiante após levar a partida para o tie-break, o Brasil viu a Polônia jogar um vôlei de alto nível, impor muitas dificuldades e levar o set decisivo por 15 a 9, triunfando na partida por 3 a 2.