<
>

Brasil perde para Alemanha na Liga das Nações em jogo de cinco sets

Brasil foi derrotado por 3 a 2 pela Alemanha e chegou ao segundo revés no torneio (Foto: Divulgação/FIVB)

Em uma partida repleta de equilíbrio e bons rallys, o Brasil foi derrotado pela Alemanha nesta terça-feira em partida válida pela sétima rodada da Liga das Nações. A Seleção perdeu pelo placar de 3 a 2, depois de ficar na frente do marcador de sets por duas vezes. As parciais foram de 25/21, 29/31, 25/21, 20/25 e 13/15.

Com o resultado, o Brasil chegou a sua terceira derrota na Liga das Nações. A Seleção foi batida por Alemanha, República Dominicana e Polônia e derrotou China, Rússia, Holanda e Bulgária. Na próxima rodada do torneio, a equipe treinada por José Roberto Guimarães enfrenta a Coreia do Sul, nesta quarta-feira, às 18h30.

O primeiro set foi controlado desde o início pelo Brasil, que chegou até a abrir sete pontos durante a parcial. Roberta acelerou com Bia, que atacou em jogada de tempo e fechou o set em 25 a 21. As destaques neste início da partida foram Natália e Paula, que terminaram ambas com seis pontos.

No segundo set, o Brasil manteve o ritmo e iniciou abrindo vantagem. Inclusive, a equipe chegou a abrir 20 a 16, porém viu as alemãs crescerem no jogo e deixarem tudo empatado. Com 24 a 24, as equipes iniciaram um desempate muito equilibrado e a seleção europeia confirmou a vitória da parcial apenas quando chegou aos 31 pontos.

A terceira parcial foi novamente equilibrada, porém desta vez o Brasil manteve o controle do jogo e liderou o placar do início ao fim do set. Gabi e Paula tiveram ótimo desempenho no ataque e foram responsáveis por virar diversas bolas. No final, Bia foi a responsável por fechar o set em 25 a 21.

Como em todos as parciais anteriores, o Brasil iniciou o quarto set à frente do placar, porém sem abrir uma vantagem maior do que três pontos. As alemãs cresceram no decorrer do set e deixaram tudo empatado em 15 pontos. Na sequência, as europeias foram superiores nos rallys e fecharam a parcial em 25 a 20.

Ao contrário dos outros sets, a Alemanha começou o tie break superior e não baixou o ritmo até o final. O bloqueio brasileiro não foi suficiente para parar o ímpeto ofensivo alemão e as europeias fecharam o tie break em 15 a 13.