<
>

Kyrgios faz reflexão sincera e lamenta que tênis só promoveu 'três nomes' na última década: 'Se esporte não mudar, vai morrer'

Tenista australiano criticou forma como ATP promoveu o 'Big Three' do tênis nas duas últimas décadas


Nick Kyrgios é uma personalidade conhecida no tênis por frases polêmicas e atitudes rebeldes. O ex-top 20 dessa vez soltou o verbo em uma entrevista coletiva após jogar na chave de duplas do Australian Open ao lado do compatriota Thanasi Kokkinakis. Ambos estão nas quartas de final do torneio após entrarem com um convite.

Segundo o australiano, o tênis abusou da "promoção" da imagem do "Big Three" formado por Federer, Nadal e Djokovic nas duas últimas décadas.

"Eu acho que o tênis fez um trabalho ruim de aceitar personalidades no passado. Eu acho que eles só promoveram três jogadores na última década e isso prejudicou eles e agora eles estão tentando promover a nova geração. E eu acho que alguns são ótimos, eu adora os jovens canadenses (Auger-Aliassime e Shapovalov) e acho que eles podem fazer coisas especiais no esporte", disse Kyrgios.

"Acho que o tênis precisa abraçar mais isso de personalidades diferentes. A minha partida com Medvedev, você não podia pedir por personalidades mais opostas. A partida foi ótima. E acho que o tênis precisa promover mais isso, senão...".

"Vai morrer", disse Kokkinakis, ao lado de Kyrgios. "Sim, está em apuros", completou o ex-top 20.