<
>

Menezes, Meligeni e Sakamoto avançam às semifinais do São Paulo Open Tennis

As semifinais do São Paulo Open Tennis contarão com a presença de três brasileiros. Nesta sexta-feira, Felipe Meligeni, 306º do mundo, surpreendeu e eliminou o cazaque Dmitry Popko, cabeça de chave 5 e 172º, de virada, por 2/6 6/3 6/3. O paulista revelou estar nervoso no primeiro set.

“Foi um jogo difícil. Estava bem nervoso, ansioso, no primeiro set. Precisei de um set para conseguir me acalmar e entrar no jogo. A partir daí, tudo deu certo, consegui manter a atitude positiva desde o começo do primeiro set. Foi uma vitória importante para a minha confiança, venho jogando bem, em bom ritmo e acredito que tem tudo para ser uma boa semifinal”, disse.

Meligeni encara na semifinal Pedro Sakamoto, que passou pelo francês Maxime Janvier, 211º, em 2 sets a 1, parciais de 6/2 3/6 6/1, também nesta sexta-feira. Ele também está na final de duplas ao lado do venezuelano Luis David Martinez. Sakamoto destacou o apoio da torcida.

“É uma atmosfera muito boa jogar em casa, com o público, só tenho a agradecer a semana. Estou conseguindo jogar muito bem essa semana, muito disciplinado taticamente e acho que isso está sendo a chave para as vitórias. No jogo de hoje tive que me manter muito focado na minha estratégia, sem dar brecha para ele (Janvier). O Felipe (Meligeni) é um cara que está jogando bem esse ano, teremos um brasileiro na final, vou seguir no meu plano de jogo e lutar muito por todos os pontos”, afirmou o paulista.

Pedro Sakamoto passou pelo francês Maxime Janvier em 2 sets a 1, parciais de 6/2 3/6 6/1

Sétimo favorito ao título e 204º do ranking, Menezes também assegurou vaga na próxima fase do torneio ao derrotar o jovem paulista Matheus Pucinelli, por duplo 6/2.

“O placar pareceu fácil, mas foi um jogo que demandou muita atenção. Eu não saquei bem, precisei me virar para suprir as necessidades do saque. Entrei mais pressionado em fazer um bom jogo, porquê o Matheus está vindo de uma série de bons resultados no torneio, então entrei um pouco mais tenso que o normal, mas no final consegui me impor e foi uma boa vitória”, analisou Menezes.

Em busca de sua primeira final de Challenger, Menezes enfrenta o português Frederico Ferreira Silva, cabeça 6 e 203º, que derrotou o argentino Camilo Ugo Carabelli, por 7/5 6/2.

“Será minha revanche de Roland Garros. Então vou com sangue nos olhos para buscar essa vitória”, disse o mineiro, que perdeu para o português na segunda rodada do quali de Roland Garros deste ano, por 7/6 7/6.

Neste sábado, no Clube Hípico Santo Amaro, a partir das 11h (de Brasília), Pedro Sakamoto enfrenta Felipe Meligeni e, não antes das 13h55, o mineiro João Menezes encara o português Frederico Ferreira Silva. A final de duplas acontece a seguir das semifinais entre Luis David Martinez (VEN)/Felipe Meligeni e Rogério Dutra Silva/Fernando Romboli.

A entrada do público é gratuita, com acesso restrito a 200 pessoas devido ao protocolo de segurança da covid-19 da ATP e do Governo do Estado.

Confira os resultados desta sexta-feira:

Felipe Meligeni (BRA) d Dmitry Popko (KAZ) 2/6 6/3 6/3

Pedro Sakamoto (BRA) d Maxime Janvier (FRA) 6/2 3/6 6/1

Frederico Ferreira Silva (POR) d Camilo Ugo Carabelli (ARG) 7/5 6/2

João Menezes (BRA) d Matheus Pucinelli (BRA) 6/2 6/2

Rogério Dutra Silva/Fernando Romboli (BRA) d Carlos Gomez-Herrera/Roberto Ortega-Olmedo (ESP)

Luis David Martinez (VEN)/Felipe Meligeni (BRA) d Guillermo Duran (ARG)/Roberto Quiroz (ECU)