<
>

Nadal tem agora o mesmo número de Grand Slams que Federer, mas só metade do dinheiro; compare

Conquistar Roland Garros, em uma vitória incontestável sobre Novak Djokovic, fez Rafael Nadal empatar com Roger Federer em número de titulos de Grand Slams. Os dois agora somam 20 taças dos chamados principais torneios de tênis. Mas, se estão iguais no quesito esportivo, o suíço ainda leva grande vantagem no aspecto financeiro.

Desde que se tornou profissional, em 1998, Federer tem ganhos estimados de US$ 900 milhões, o que, hoje, representaria R$ 4,97 bilhões na cotação atual. Rafael Nadal, por sua vez, ganhou metade: US$ 450 milhões, o equivalente a R$ 2,48 bilhões atualmente.

Os números são da revista Forbes e levam em conta premiações em torneios, patrocinadores e participação em eventos, como jogos festivos.

Roger Federer tem 39 anos e já vive os últimos momentos da carreira, mas segue em alta financeiramente. O suíço faturou US$ 106,3 milhões (R$ 588 milhões) entre julho de 2019 e junho de 2020. É o tenista mais bem pago desde 2005, quando o americano Andre Agassi liderou o ranking.

Enquanto o maior rival está parado, em recuperação de uma lesão, Nadal segue acumulando premiações dentro das quadras. Pelo título de Roland Garros, embolsou US$ 1,9 milhão (R$ 10,5 milhões). No no anterior, o espanhol ganhou US$ 40 milhões (R$ 221 milhões) pelo desempenho como atleta, sem contar patrocinadores.