<
>

Roland Garros será disputado em 2020 e terá presença de público, afirma dirigente

Em uma live com o tenista Gael Monfils, atual nº 9 do mundo, o presidente da FFT (Federação Francesa de Tênis), Bernard Giudicelli, garantiu que Roland Garros irá acontecer em 2020, e com presença de público.

Apesar de ainda não ter sido qualquer comunicado oficial sobre a retomada do circuito a partir de agosto, Giudicelli afirmou que o tradicional Grand Slam francês deve ser jogado em setembro, e com "o máximo" de fãs permitidos pelo Governo, já que a França ainda sofre as consequências da pandemia mundial de Covid-19.

"Posso afirmar que Roland Garros vai acontecer (...). A opção que privilegio é um Roland Garros disputado com o máximo de público. Então, dependendo das condições sanitárias, cumpriremos as diretrizes que o Governo nos der", salientou.

"É o Governo quem decide a afluência e a quantidade máxima de espectadores nas arquibancadas", completou.

Giudicelli ainda admitiu que há a possibilidade do Grand Slam ser jogado sem público.

No entanto, ele se colocou de forma contrária à ideia e garantiu os esforços para que ao menos uma pequena quantidade de espectadores seja liberada.

"Jogar com portões fechados é realmente uma hipótese da qual não gostamos, porque Roland Garros, como todos os grandes torneios, é um encontro entre jogadores e público. É o que faz a mágica desse torneio", observou.

Roland Garros estava previsto para ser disputado a partir da última semana de maio e estaria em curso nesta segunda-feira, dia 1º de junho.

Todavia, o torneio foi adiado para o dia 20 de setembro de forma unilateral pelos organizadores.

Atualmente, os circuitos da ATP e da WTA estão paralisados e previstos para voltarem em agosto.