<
>

Federer lamenta derrota para Djokovic e fala em oportunidade perdida

Neste domingo, o multicampeão Roger Federer acabou derrotado por Novak Djokovic na decisão do Torneio de Wimbledon, na grama do All England Club, em Londres, na Inglaterra. Após a épica decisão, o suíço não escondeu a sua frustração e lamentou o resultado.

A partida durou quase cinco horas e só terminou no quinto-set, no tie-break após um 12/12. Para Federer, contudo, isso não significa muita coisa.

Não sei se é pior perder assim ou por um triplo 6/2, talvez não faça diferença no final. Não sei descrever como me sinto agora, mas sei que perdi uma incrível oportunidade que não mal posso acreditar”, disse.

O suíço ainda relembrou a decisão de 2008, quando acabou derrotado por Rafael Nadal, para explicar a decepção com o resultado deste domingo.

“É uma derrota similar à de 2008, agora me dói, assim como cada vez que perco em Wimbledon. O que preciso fazer é levantar a cabeça e seguir adiante. Não vou entrar em depressão porque perdi uma partida de tênis, vou tentar esquecer isso e tentar pegar só a parte positiva”, afirmou.

Além disso, o suíço projetou a temporada do ano que vem, e não deixou claro se vai ou não participar dos torneios de saibro em 2020.

“Jogar no saibro me ajudou a chegar em forma, mas não sei ainda se farei o mesmo no ano que vem. Sei que me senti muito bem em Halle e também aqui”, completou.