<
>

Djokovic chega à final em Roma e entra no seleto grupo de tenistas com 1000 vitórias na carreira

Novak Djokovic venceu Casper Ruud por 2 sets a 0, se classificou para a final do Masters 1000 de Roma e se tornou o quinto tenista a bater 1000 vitórias na carreira


Novak Djokovic está na final do Masters 1000 de Roma. Neste sábado (14), pelas semifinais, o sérvio superou o norueguês Casper Ruud por 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 6-3, e se classificou para disputar o título com o grego Stefanos Tsitsipas, que eliminou Alexander Zverev na outra chave.

O resultado na Itália, além da importância para o campeonato, é um marco histórico para Djokovic. O tenista de 34 anos se tornou o quinto da história, e o terceiro em atividade, a alcançar 1000 vitórias no circuito da ATP.

Com 1000 vitórias, Djokovic está atrás do norte-americano Jimmy Connors (1274 vitórias), do suíço Roger Federer (1251), do norte-americano Ivan Lendl (1068) e do espanhol Rafael Nadal (1050).

Dos cinco jogadores com 1000 vitórias, Djokovic disputa com Rafael Nadal pelo melhor aproveitamento na carreira. O espanhol venceu 83,3% dos jogos que disputou, enquanto o sérvio tem aproveitamento de 83,1%.

Com a marca histórica, Djokovic disputa o título do Masters 1000 de Roma diante de Tsitsipas neste domingo (15), às 11h00 (de Brasília), com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.