<
>

Medina dá show, vence final brasileira e é campeão pela primeira vez na África do Sul

Deu Brasil, como já se sabia de antemão, na final verde e amarela da etapa de Jeffreys Bay. Mas o título na África do Sul, disputado entre Gabriel Medina e Ítalo Ferreira, ficou mesmo com o favorito e bicampeão mundial Medina, que marcou 19.50 na última bateria.

Com a conquista, Medina sobe do oitava para o sétimo lugar no ranking geral do WSL. Já Ferreira ganha duas posições, pulando do sexto para o quarto lugar.

Medina ainda não havia conquistado nenhuma etapa em 2019.

Foi também a primeira conquista de Medina na etapa sul-africana do circuito. A conquista veio nos minutos finais com duas notas quase perfeitas. A segunda delas simplesmente rendeu a ele uma nota 9.77

Ítalo terminou sua participação com 16.77. Medina precisava de um 7.04 para ultrapassar o compatriota. Conseguiu muita mais.

O norte-americano Kohole Andino, derrotado por medina na semifinal de Jeffreys Bay, lidera o ranking, seguido de perto por Filipe Toledo, John John Florence (EUA), Ítalo Ferreira e Kanoa Igarashi (JAP).

A próxima etapa será disputada a partir de 21 de agosto no Tahiti.